Edição: 242

Diretor: Mário Lopes

Data: 16/1/2021

Distrital da JSD acusa Governo de promover o maior atentado ambiental do século em Leiria

Ministro do Ambiente caricaturado pela JSD de Leiria

A ETES (Estação de Tratamento de Efluentes Suinícolas) há largos anos reivindicada por vários autarcas e entidades da região não vai avançar, segundo declarações recentes do ministro do Ambiente, Matos Fernandes.

Há vários anos, ou até mesmo décadas, que o distrito Leiria sofre com o problema decorrente da poluição suinícola, que afeta de forma significativa a bacia hidrográfica do rio Lis.

Para a Distrital de Leiria da JSD, “já poucas dúvidas restavam de que o Governo tinha desistido do distrito de Leiria, mas tornava-se difícil acreditar que este governo estava disposto protagonizar o maior atentado ambiental do século. Fê-lo da forma mais fácil e sobretudo da forma mais desprezível possível, culpabilizando a parte mais fraca, os suinicultores. Os mesmos que, inclusive, despenderam recursos próprios para aquilo que seria o estudo e planeamento da futura ETES. Os mesmos que representam um setor de atividade extremamente importante para o território e para o País.”

A Distrital de Leiria da JSD recorda que “o governo PSD/CDS tinha já uma solução que passaria pela construção da ETES, financiada com subsídios comunitários a fundo perdido, solução essa, que o governo socialista decidiu colocar na gaveta, assumindo que a construção da ETES passaria a ser unicamente da responsabilidade do governo, afastando os suinicultores do processo.”

Após “milhões de euros desperdiçados e de anos de espera, o Governo, pela boca daquele que deveria ser o primeiro a preocupar-se com o meio ambiente, veio assumir a sua impotência, incompetência e, sobretudo, a sua vontade em desprezar Leiria e os leirienses”, acusam os jovens sociais-democratas leirienses, para quem “este ministro não serve os interesses de Leiria, não serve o ambiente e, portanto, não serve o País.