Edição: 244

Diretor: Mário Lopes

Data: 2/3/2021

Região Oeste aproxima-se dos 6 mil casos

Alenquer e Alcobaça aproximam-se dos mil casos ativos de COVID-19

2021-01-30 13:24:06

Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira

O número de casos ativos de COVID-19 na Região Oeste subiu, em apenas três dias, de quase 5 mil para quase 6 mil, no dia 29 de janeiro. Alenquer (966) e Alcobaça (913) registaram fortes subidas esta sexta-feira e contribuíram bastante para os 5705 casos registados em toda a Área Oeste do Distrito de Lisboa.

Torres Vedras (1468) continua a ter o maior número de casos ativos em todo o Oeste , seguindo-se agora Alenquer, Alcobaça, Caldas da Rainha (569), Peniche (458), Arruda dos Vinhos (384),  Nazaré (243), Lourinhã (208) e Sobral de Monte Agraço (202). Os concelhos com menos casos são Óbidos (135), Bombarral (108) e Cadaval (51).

O número total de infetados é agora 17.212 e o número de recuperados 11.080, tendo o número de óbitos subido para 427. Torres Vedras regista já 108 óbitos, seguido de Caldas da Rainha (72), Alcobaça (51), Arruda dos Vinhos (42), Alenquer (39), Peniche (32), Óbidos (22), Lourinhã (15), Sobral de Monte Agraço (14), Cadaval (12), Bombarral (11) e Nazaré (10).

Doentes Covid-19 do Hospital de Alcobaça vão passar para o Hospital de Santo André

O presidente da Câmara Municipal de Alcobaça anunciou esta sexta-feira que está em preparação por parte do Centro Hospitalar de Leiria a evacuação dos pacientes Covid-19 do Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira para o Hospital de Santo André, em Leiria, ficando o nosso hospital para uso exclusivo de pacientes não-Covid-19. Deste modo, poder-se-ão reiniciar as suas funções normais e habituais, tais como as cirurgias de ambulatório que no passado recente eram efetuados no nosso hospital.

“Quero sublinhar a resiliência e a capacidade extraordinária dos alcobacenses de mostrar, como se tem visto, a sua qualidade de povo respeitador e ordeiro. Certamente que os alcobacenses terão a força e a coragem necessárias para continuar este trabalho, agora mais do que nunca, necessário. Só com amor, afeto e sentido de comunidade é que poderemos superar esta pandemia secular. É tempo de vencer”, escreveu Paulo Inácio, que divulgou também um vídeo no Facebook apelando à união e resiliência da comunidade nesta crise pandémica.

 

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.