Edição: 243

Diretor: Mário Lopes

Data: 26/2/2021

Cartaxo

Trabalhadores da Fleximol já receberam subsídio de desemprego do mês de janeiro

2021-01-30 15:54:05

Reuniões de trabalho promovidas pelas autarquia deram resultados

A Câmara Municipal do Cartaxo recebeu informação de que os trabalhadores da Fleximol já receberam o subsídio de desemprego referente ao mês de janeiro de 2021. Pedro Magalhães Ribeiro congratulou-se com o resultado do “trabalho de colaboração entre as instituições e a Câmara Municipal do Cartaxo”, referindo que “este foi um dos nossos objetivos ao convocar todos os envolvidos no processo para a reunião de trabalho que decorreu no Centro Cultural do Cartaxo. Em duas semanas os trabalhadores receberam o subsídio que lhe é devido”.

A Câmara Municipal mantém o grupo de trabalho que criou para “apoiar os trabalhadores. Por vezes, basta estarmos todos sentados à mesma mesa para resolvermos juntos pequenas questões que, separados, se tornam entraves demorados, com prejuízo para aqueles que mais precisam de soluções, os trabalhadores”.

Na sequência da insolvência da Fleximol, decretada no dia 11 de janeiro, a Câmara Municipal do Cartaxo promoveu uma reunião de trabalho com o objetivo de “apoiar os trabalhadores em todos os procedimentos burocráticos necessários quer ao apoio social, quer ao efetivo cumprimento de todos os seus direitos, no âmbito do direito de trabalho, que lhes devem ser assegurados”, informou, na altura, o presidente da Câmara Municipal do Cartaxo, Pedro Magalhães Ribeiro.

De acordo com o autarca, os serviços municipais de Desenvolvimento Económico e Empreendedorismo, assim como, os serviços de Ação Social e Saúde e o Gabinete de Inserção Profissional da Câmara Municipal, acompanham os trabalhadores desde o primeiro momento, o que permitiu agilizar todo o processo junto do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) para que “os trabalhadores, principais lesados neste processo, pudessem contar com o subsídio que lhes é devido, sem mais atrasos”.

A Câmara Municipal, continua a acompanhar os trabalhadores através do grupo de trabalho dedicado. Os trabalhadores possam solicitar apoio para:

Telefone 243700261 e telemóvel 961719394

 

Telefone 243701263 e telemóvel 961719336

Telefone 243701260 e telemóvel: 961719369

    Fonte: GIC|CMC

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.