Edição: 243

Diretor: Mário Lopes

Data: 27/2/2021

Aumentou a reciclagem, diminuiu a produção de resíduos

Reciclagem de resíduos urbanos em Portugal cresceu 4% em 2020

2021-02-08 20:31:50

Cartaz

A EGF, empresa do Grupo MOTA-ENGIL/URBASER responsável pelo tratamento e valorização de resíduos urbanos em 174 municípios de Portugal e de 60% da população Portuguesa, registou em 2020 um aumento na recolha seletiva de 4% face a 2019, um aumento que contrasta com o decréscimo da produção total de resíduos de -5%.

Em fevereiro de 2020, antes dos efeitos da pandemia, a Recolha Seletiva crescia 19% face ao período homólogo e tudo indicava que seria um ano de crescimentos acentuados, reflexo do investimento feito pela EGF na Recolha Seletiva e em campanhas junto da população. No entanto, com a pandemia e por força das consequências na atividade das empresas e das alterações no comportamento das pessoas, os números registados são inferiores à expectativa inicial, mas são mesmo assim positivos, devido à adesão da população às campanhas de sensibilização da EGF, dando apoio à participação efetiva e crescente dos cidadãos aos hábitos de reciclar.

 Efeitos da Pandemia

Há a destacar os efeitos da pandemia nestes resultados, dos quais se realçam a maior presença das famílias em casa (onde se recicla mais) e, também por isso, a deslocação da produção de resíduos para as áreas periféricas das cidades, o fecho do comércio, a quase ausência de turismo e alteração de hábitos de consumo. Mas também se constata o facto de este ser um ano que em que se regista uma diminuição dos resíduos produzidos, contrariando a tendência crescente dos últimos anos.

A Reciclagem nunca parou

Há ainda a destacar que as concessionárias EGF, apesar de este ter sido um ano de desafios extremos, nunca pararam os seus serviços à população, nomeadamente na recolha seletiva, mas também nas Centrais de Triagem, pois souberam implementar soluções e adaptaram-se às novas condições, sempre com o máximo cuidado com a segurança e saúde dos seus colaboradores.

Destaca-se o excelente desempenho na recolha de recicláveis das empresas Amarsul, Suldouro e Resinorte com crescimentos superiores a 16% em comparação ao período homólogo, e, em sentido inverso, as empresas Valorsul e Algar, muito afetadas pela ausência de turismo e fecho do comércio.

Esta informação representa os dados consolidados de 11 concessionárias, distribuídas de Norte a Sul do país, relativas ao ano de 2020 e que ilustram o comportamento de 60% da população Portuguesa.

Sobre a EGF

A EGF é uma empresa europeia de referência no setor ambiental e líder no tratamento e valorização de resíduos em Portugal. Integrada no Grupo MOTA-ENGIL/URBASER, é responsável por assegurar o tratamento e valorização de resíduos, da forma ambientalmente mais correta e economicamente sustentável, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do ambiente.

A gestão dos sistemas de tratamento e valorização de resíduos é feita através de 11 empresas concessionárias (Algar, Amarsul, Ersuc, Resiestrela, Resinorte, Resulima, Suldouro, Valorlis, Valorminho, Valnor, Valorsul), constituídas em parceria com os municípios servidos, que processam anualmente cerca de 3,3 milhões de toneladas de resíduos urbanos (RU), servindo uma população de 6,2 milhões de pessoas distribuídas por 174 municípios, numa área equivalente a 60% do território em Portugal.

    Fonte: EGF

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.