Edição: 245

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/4/19

Obras na antiga Real Fábrica do Juncal, fundada em 1770, vão finalmente avançar

Câmara de Porto de Mós investe 1,3 milhões na requalificação da Casa dos Calados no Juncal

Casa dos Calados

Foi aprovado na última reunião de Câmara de Porto de Mós a abertura do procedimento para iniciar a recuperação da Casa dos Calados no Juncal.

Passados praticamente 19 anos após aquisição do edifício por parte do Município (25 de junho de 2002) esta obra vai finalmente ser concretizada.

Este Executivo contratou o projeto de reabilitação a um dos descendentes do antigo proprietário (Arquiteto Rafael Calado) e após a apresentação do estudo, da aprovação do projeto de arquitetura, execução de todas as especialidades e a aprovação em Reunião de Câmara, foi hoje publicado o anúncio no Diário da Republica do lançamento do concurso público para execução dos trabalhos, com um investimento previsto de 1,3 milhões de euros.

Desta forma será devolvido à população do Juncal e em geral ao concelho de Porto de Mós, um espaço de memória que atualmente se apresenta muito degradado e que constitui um dos mais importantes testemunhos da afirmação socioeconómica da freguesia, nomeadamente a Real Fábrica do Juncal, ali fundada em 1770.

Para além da ligação de excelência ao Parque Verde a reabilitação do edifício, assente em princípios de sustentabilidade, albergará um conceito de Residências Artísticas, com inclusão de espaços de Cowork e ateliers para ofícios, relacionados, nomeadamente com a cerâmica e o junco, atividades com forte afirmação e tradição nesta vila. Serão igualmente recriadas atividades da antiga Real Fábrica do Juncal, bem como a realização de workshops que funcionarão em paralelo com uma Biblioteca (mediateca) e um museu de louça e cerâmica. Está previsto ainda a construção de um FoodLab (laboratório alimentar) no antigo lagar. Será também criada uma sala ampla no edifício principal, designado de Salão Nobre, onde poderão ser realizados eventos e solenidades, num espaço com a dignidade que o Juncal justifica.

Este investimento, âncora sociocultural para a região, apresenta conceitos contemporâneos e inovadores, mas não perde de vista a preservação e identidade da Casa, recuperando as suas memórias e vivências, transversais a toda a freguesia.

Este é pois mais um objetivo que o Executivo considera fulcral no desenrolar deste mandato e sobretudo mais um compromisso que vai ser concretizado.

Fonte: PV|GAP|CMPM

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.