Edição: 245

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/4/19

Projeto foi coordenado por Marisa Barroso, professora do Politécnico de Leiria

Projeto “Danças de Porto de Mós” distinguido com o Prémio Autarquia do Ano 2020/2021

Oficina de danças de Porto de Mós no Entrudanças 2020

O projeto “Danças de Porto de Mós”, coordenado por Marisa Barroso, professora da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) do Politécnico de Leiria, foi reconhecido com a atribuição do Prémio Autarquia do Ano 2020/2021 ao município de Porto de Mós, na categoria de Cultura e Património – Danças e Artes Performativas.

Promovido pela Câmara Municipal de Porto de Mós, o projeto “Danças de Porto de Mós” tem uma intervenção focada nas pessoas e na sua cultura, no regresso ao básico, no encontro com as raízes e no reencontro com a expressão do passado e as pessoas do presente. O projeto procura dar uma resposta inovadora e eficiente para a salvaguarda do património imaterial cultural do território português, com particular ênfase no património de natureza sociocultural do território de Porto de Mós. A iniciativa visa preservar, valorizar e divulgar de forma ativa as Danças Tradicionais e Populares Portuguesas enquanto atividade lúdica e forma de expressão artística do povo deste território capaz de unir a comunidade em torno de um bem comum.

«As danças de Porto de Mós veiculam o retrato da história e da cultura local, nutrindo a relação entre a memória e a vida no tempo atual, entre diferentes percursos identitários e entre diferentes tipos de linguagem. Trata-se de recursos vivos, que originam coreografias e detalhes técnicos muito particulares dentro da comunidade local. As danças refletem os padrões de vida, os padrões psicológicos da cultura local, o sistema de crenças e da organização social. São uma prática cultural através da qual os atores sociais atualizam e concretizam de forma criativa as suas visões do mundo e da vida», refere a professora Marisa Barroso, coordenadora do projeto.

O “Danças de Porto de Mós” surgiu em 2018 focado nas pessoas e na sua cultura, no regresso ao baile tradicional e no encontro de várias gerações, assente em quatro pilares fundamentais: Capacitação; Investigação, Intervenção Pedagógica e Disseminação. O projeto iniciou-se com a recolha, por parte dos quatro ranchos do concelho de Porto de Mós, das danças características daquela zona, que passaram por uma análise técnica e científica concretizada na publicação de um livro e em registo videográfico de acesso livre. Estas danças foram posteriormente lançadas de novo na sociedade numa disseminação através de bailes e oficinas com música ao vivo, estando para breve a gravação e lançamento de um CD com um enquadramento artístico e pedagógico.

Os principais parceiros do projeto são o Rancho Folclórico Luz dos Candeeiros (de Arrimal), a Associação Rancho Folclórico de Mira de Aire, o Rancho Folclórico de Pedreiras, o Rancho Folclórico Sociedade Recreativa Cabeça Veada e a Associação Folclórica da Região de Leiria.

A candidatura do projeto “Danças de Porto de Mós” ao Prémio Autarquia do Ano 2020/2021 contou com a parceria do Politécnico de Leiria, nomeadamente o curso de Desporto e Bem-Estar da ESECS, do projeto “All Dance Leiria – Aqui Todos Dançam”, do Centro de Investigação em Qualidade de Vida (CIEQV) e o Centro de Estudos em Educação e Inovação (CI&DEI) – Politécnico de Leiria, bem como a Federação do Folclore Português e a Inatel Leiria.

     Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.