Edição: 246

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/5/18

Alcobaça

Populares denunciam descarga de efluentes num afluente do rio Alcoa na Freguesia da Maiorga

Descarga de efluentes escorre diretamente para o rio e para o solo, oriunda de uma manilha encoberta no afluente do rio Alcoa

Um grupo de populares denunciou uma descarga de efluentes que escorre livre e diretamente para o rio e para o solo, oriunda de uma manilha encoberta numa linha de água afluente do rio Alcoa, na localidade de Maiorga, no concelho de Alcobaça.

Presidente da Junta Sérgio Rocha e deputado municipal Rui Alexandre acompanharam os populares na visita ao local

Segundo os populares, o caso que reportam decorre, constantemente, ao longo dos últimos anos e ainda na semana passada se repetiu com uma grande descarga de resíduos para o curso da água. O odor intenso, bem como a propagação de insetos, como mosquitos, é extremamente desagradável, tanto para os moradores, como para os diversos agricultores da região. A quantidade de lamas que se acumulam na linha de água impossibilita neste momento o uso da mesma para rega das culturas.

Ainda na passada sexta-feira, 9 de abril, duas dezenas de moradores e agricultores reuniram-se no local, com Vítor Sérgio Rocha, presidente da junta de freguesia da Maiorga, e Rui Alexandre, deputado municipal de Alcobaça e da assembleia Intermunicipal da OesteCIM, manifestando o seu descontentamento e a preocupação face a esta ação.

Este crime, que se repete com muita frequência, ocorre sobretudo em dias de chuva, que ajudam a ocultar as descargas neste afluente do rio Alcoa, que desagua no Atlântico, perto da Nazaré. Os populares esperam que as entidades oficiais possam investigar e descobrir quem comete estes crimes ambientais, prejudiciais para a saúde pública.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.