Edição: 246

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/5/18

Por ocasião das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios

Mosteiro de Alcobaça inaugura a nova Portaria e Loja no dia 19 de abril

Nova Portaria e Loja do Mosteiro de Alcobaça

Por ocasião das comemorações do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios (DIMS), o Diretor-Geral do Património Cultural, Bernardo Alabaça, inaugura esta segunda-feira, dia 19 de abril, às 15 h, a nova Portaria e Loja do Mosteiro de Alcobaça. A cerimónia termina com um recital de piano e canto pela OPART.

A nova receção situa-se na antiga portaria do Mosteiro, que assim recupera a sua função primeva. Já a Loja passa a funcionar na Sala das Conclusões, situada simultaneamente no início e no fim do novo percurso de visita. Esta alteração favorece um melhor entendimento do antigo espaço monástico, disponibilizando ao público áreas até agora inacessíveis – como o piso térreo da Ala Norte, incluindo os Claustros da Portaria (ou de Afonso VI) e da Hospedaria (também designado por Claustro da Prisão).

No Mosteiro de Alcobaça decorre atualmente outra empreitada, designada “Conservação e Restauro da Fachada Oeste e Norte Rebocada”, e cuja conclusão se prevê para julho próximo. Compreende diversos trabalhos, entre os quais o tratamento da pedra da fachada da Igreja, a reparação e pintura de rebocos, caixilharias e gradeamentos e também a melhoria das condições de acesso exterior à nova Portaria-Bilheteira do Mosteiro.

A intervenção nas Fachadas Oeste e Norte, em curso, e a “Requalificação da Portaria e Loja”, já concluída, resultam num investimento global de 1.044.749 euros, financiado pelo FEDER, no âmbito do Programa CENTRO 2020, correspondendo à primeira fase do Plano Diretor 2016/26, aprovado para o imóvel.

Paralelamente, o Monumento tem sido objeto de um investimento continuado na área da Conservação e Restauro, destacando-se a importante intervenção no túmulo de D. Pedro levada a cabo em 2020, no valor total de 20.910,00 euros.

No seu conjunto, estas intervenções traduzem-se numa significativa melhoria das condições de segurança, conservação, interpretação e usufruto cultural do Monumento, inscrito na lista de Património Mundial da UNESCO desde 1989.

A cerimónia de dia 19, alusiva ao DIMS, terminará com o recital de piano e canto “O Cancioneiro Português”, pelo Maestro João Paulo Santos e a Soprano Paulina Sá Machado, a realizar ao abrigo do protocolo de colaboração assinado pela DGPC e a OPART em 2020, e que visa o desenvolvimento de programação cultural nos Museus, Monumentos e Palácios Nacionais.

 Fonte: DGPC

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.