Edição: 249

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/8/2

Obra que já se apresentou em diversos países europeus e em algumas cidades portuguesas leva para cena o olhar de Carlos Moedas sobre a Europa

Monólogo sobre a vida de Carlos Moedas chega a Torres Vedras

Monólogo é interpretado pela atriz Sara Ribeiro

“Sr. Moedas”, obra que já se apresentou em diversos países europeus e em algumas cidades portuguesas e que leva para cena o olhar de Carlos Moedas sobre a Europa, chega agora ao palco do Teatro-Cine, em Torres Vedras, no dia 9 de maio. Com a sessão marcada para as 16h30, o monólogo pretende transportar os espectadores para uma viagem sobre o papel de Portugal no velho continente, representando ainda diversas figuras da vida do político de Beja, agora candidato à Câmara de Lisboa.

A peça tem como principal temática a visão de Carlos Moedas sobre a Europa e a sua experiência enquanto Comissário Europeu, mas também inúmeros aspetos marcantes da sua infância e as pessoas que vieram a marcar a sua vida, com episódios da sua vida contados pelo próprio ao encenador da obra.

“Para trazer a palco esta peça, tivemos como base uma conversa com Carlos Moedas, em que ficámos a conhecer de perto as suas histórias, ideias e vivências, tendo-nos mesmo sido permitido transportá-las para cena e criar quase um retrato profissional, mas também pessoal do político de Beja. Em “Sr. Moedas” aborda-se a sua infância no Alentejo, o período de escola e a família, mas também todo o percurso profissional.”, explica João Garcia Miguel, encenador do espetáculo.

O espetáculo, que pretende ainda levar à interrogação sobre as políticas atuais, numa altura em que a pandemia faz ainda despoletar crises económicas e sociais, conta em palco com a atriz Sara Ribeiro, que se desdobra em múltiplas personagens reais da vida de Carlos Moedas.

Os bilhetes para a sessão no Teatro-Cine custam 5 euros e podem ser adquiridos diretamente na bilheteira do teatro. O espetáculo respeita todas as regras de segurança e higiene importas pela Direção-Geral de Saúde.


Sobre a Companhia João Garcia Miguel

A Companhia João Garcia Miguel, fundada em 2002, é uma companhia de criação artística contemporânea que pesquisa o desenvolvimento artístico e criativo em artes performativas, exploradas no teatro, e cujo diretor artístico é o encenador com décadas de carreira João Garcia Miguel. Tem como eixo principal da sua atividade artística a ligação entre a Liberdade e o Teatro, tendo como objetivo central provocar uma mudança e diferença social no mundo atual. A companhia conta com inúmeras criações distinguidas e premiadas, tais como a peça Yerma, em 2014, premiada com o Prémio SPA para o Melhor Espetáculo de Teatro e, em 2008, João Garcia Miguel recebeu também o Prémio FAD Sebastià Gasch, em Espanha.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.