Edição: 247

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/6/16

Com a presença da secretária de Estado para a Integração e as Migrações

Município de Leiria inaugura centro de apoio aos migrantes

Inauguração do Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes de Leiria

O presidente da Câmara Municipal de Leiria, Gonçalo Lopes, defendeu esta quinta-feira, dia 13 de maio, o aprofundamento dos mecanismos de apoio à população migrante que se encontra numa situação de especial vulnerabilidade face ao contexto pandémico que tende a acentuar os desequilíbrios e desigualdades sociais.

Gonçalo Lopes falava na inauguração do Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes de Leiria, numa cerimónia que contou com a presença da secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira.

“No período mais crítico da pandemia, foi visível a fragilidade de algumas famílias migrantes, sem qualquer proteção social ou suporte de retaguarda, tendo o Município de Leiria implementado um programa de apoio dirigido a esta população de forma a colmatar as necessidades mais prementes”, disse o presidente da Câmara Municipal de Leiria, acrescentando que existem mais de 6 mil imigrantes no concelho, de 90 nacionalidades, cujo contributo para a criação de riqueza e desenvolvimento local deve ser valorizado.

“Foi com esse propósito que alterámos o regulamento do Fundo Municipal de Emergência Social, de modo a abranger toda a comunidade migrante, mesmo a residente há pouco tempo entre nós, de modo a prestar apoio às pessoas que subitamente perderam as suas fontes de rendimento”, acrescentou Gonçalo Lopes.

A secretária de Estado para a Integração e as Migrações, Cláudia Pereira, considerou que estes centros podem mudar para melhor a vida dos imigrantes.

“Esta nova resposta especializada contribui muito para a integração da população imigrante”, disse a governante, destacando que esta estrutura vai permitir o desenvolvimento de sinergias com os parceiros locais, para uma abordagem de maior proximidade, contribuindo para termos migrações seguras, ordeiras e regulares.

“Este Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes é um passo extremamente significativo, que permite que os imigrantes sejam tão bem tratados no país como nós queremos que os emigrantes portugueses sejam no estrangeiro”, disse, deixando ainda um apelo aos imigrantes para que efetuem o recenseamento eleitoral até ao final de junho para que possam participar nas eleições autárquicas.

Com 116 espaços por todo o país, os CLAIM são um serviço do Alto Comissariado para as Migrações em parceria com diversas entidades autárquicas ou da sociedade civil, que têm como objetivo apoiar em todo o processo de acolhimento e de integração dos migrantes, promovendo em simultâneo a interculturalidade a nível local.

O apoio prestado inclui informação sobre os procedimentos de regularização, nacionalidade, reagrupamento familiar, habitação e retorno voluntário, para além de ajudar os migrantes ao nível do trabalho, saúde, educação, entre outras questões do quotidiano.

Numa lógica de atendimento integrado, a rede de CLAIM representa, para o Município de Leiria, uma aposta na inclusão e na multiculturalidade, que vem trazer mais-valias e complementar os programas municipais em curso e que têm provas dadas de integração social, como é o caso do Programa Escolhas.

   Fonte: GRPG|CML

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.