Edição: 247

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/6/16

Em inquérito tutelado pelo Ministério Público de Santarém

Polícia Judiciária desencadeia operação policial “No€Way” de combate ao cibercrime

PJ apurou que o valor do dano atingiu, até ao momento, cerca de 170 000€

A Polícia Judiciária, em inquérito tutelado pelo Ministério Público de Santarém, desencadeou, esta quarta-feira, dia 19 de maio, uma operação policial de combate ao cibercrime, tendo por base vários casos de fraude perpetrados de forma organizada, com recurso à aplicação MBWay.

Na sequência da operação procedeu-se à detenção de 9 indivíduos, 6 mulheres 3 homens, presumíveis autores de dezenas de crimes de burla informática agravada, falsidade informática e acesso ilegítimo.

A estratégia investigatória visou a localização e agrupamento das várias participações que se encontravam dispersas por várias comarcas do país, por forma a demonstrar a atividade delituosa reiterada e organizada, conjugando e analisando toda a informação de forma a identificar/localizar os agora detidos. Os autores dos crimes levaram a cabo múltiplas ações criminosas, com impacto em várias vítimas.

Na sequência das detenções e buscas domiciliárias procedeu-se à apreensão de vários objetos relacionados com a prática criminosa e/ou adquiridos da forma ilícita.

O valor do dano atingiu, até ao momento, um valor de cerca de 170 000€, prevendo-se que este valor possa aumentar com a continuação da investigação.

A investigação contou com a colaboração com a SIBS, entidade gestora da aplicação MBWay.

Os detidos irão ser presentes a primeiro interrogatório judicial, para aplicação da medida a coação considerada adequada.

A Policia Judiciária alerta:

  • Nunca forneça a ninguém o código de ativação ou pin de acesso à aplicação MbWay;
  • Tenha atenção redobrada perante a abordagem de estranhos que queiram pagar por MbWay;
  • Nunca adicione um número de telefone estranho à sua conta bancária;
  • Nunca instale esta aplicação sob a orientação de estranhos;
  • O número de telefone dá acesso direto à movimentação da sua conta;
  • Se tem dúvidas consulte o seu banco;
  • Informe-se antes de aderir. Duvide, pergunte, confirme e só depois adira.

 Fonte: GI|PJ

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.