Edição: 247

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/6/16

Presidente da Distrital do PSD critica “candidaturas de falsos independentes”

PSD da Batalha aposta na “ambição coletiva” nas candidaturas às próximas eleições autárquicas

Paulo Batista Santos

“Estou, hoje, aqui perante vós, com a mesma humildade com que o fiz há quatro anos – para me apresentar como candidato a presidente da Câmara da Batalha, a Câmara da nossa terra. Mas quero afirmar que estou aqui para vencer. E vencer com muita determinação, coragem, respeito e dignidade”. Foi desta forma que o candidato do PSD à Câmara da Batalha e atual presidente, Paulo Batista Santos, se apresentou esta sexta-feira aos cerca de centena meia de candidatos e simpatizantes do partido numa sessão realizada no Centro de Exposições da Batalha. O número de participantes foi limitado e as normas sanitárias foram rigorosamente cumpridas.

Antes passaram pelo palco várias individualidades. Entre elas Rui Rocha, ex-autarca e presidente da Distrital de Leiria do PSD, que lembrou que “as candidaturas do PSD no concelho da Batalha, não são as candidaturas do Senhor A ou do Senhor B, de falsos independentes que não prestam contas a ninguém, são candidaturas da comunidade, que têm rosto, onde todos contam e todos são protagonistas, disponíveis e mobilizados para servir a população”.

“As candidaturas do PSD também não são voltadas para o passado, para a mera obra física, feita muitas vezes apenas para agradar a alguns, o projeto que tenho a honra hoje de apoiar está orientado para a comunidade, liderando por um dos melhores autarcas do País, e focado nas pessoas concretas que vivem e sentem o concelho da Batalha”, disse Rui Rocha de olhos postos no candidato à Câmara Municipal.

E tirou a conclusão. Trata-se de uma candidatura com muita ambição e que “só pode ser por amor à causa pública, à terra onde se vai candidatar e ao bem das pessoas dessa terra. Melhor exemplo do que esse não há”.

Apresentação da candidatura do PSD

As referências ao mérito das candidaturas foram reforçadas pela intervenção do empresário e primeiro candidato à Assembleia Municipal, Alfredo Monteiro de Matos, que mostrou-se também consciente do desafio que está pela frente neste concelho.

“Sei das dificuldades que esta pandemia trouxe ao nosso país e sei bem da enorme tarefa que caberá aos futuros autarcas. Estou, obviamente, a falar que o tempo que vivemos não se compadece com meras lógicas de poder pelo poder, é mesmo preciso trabalhar, e trabalhar muito para recuperar os níveis de desenvolvimento e dar respostas concretas aos cidadãos e empresas. Sei bem do trabalho notável que a nossa autarquia tem desenvolvido neste domínio, temos de continuar na linha da exigência, do rigor e da competência que o atual presidente da câmara, Paulo Batista Santos, sempre nos habitou”, acrescentou o empresário.

Na sua intervenção final, o candidato e atual presidente da câmara fez um profundo “agradecimento aos profissionais da saúde, forças de segurança, empresários, comerciantes, professores, bombeiros, funcionários municipais e voluntários sociais que ao longo do último ano ajudaram o concelho da Batalha a superar as exigências de uma crise pandémica sem paralelo recente”. “A todas e a todos deixo o nosso muito obrigado e profundo reconhecimento pelo bem que fizeram ao concelho da Batalha”, afirmou Paulo Batista Santos.

Para o candidato à Câmara da Batalha, “o projeto que lidera é, antes de mais, uma ambição coletiva que procura:
– valorizar o capital humano e imaterial (cultural e sociológico) da história do concelho e das aldeias e freguesias, para, alavancado nas riquezas naturais e tradicionais, no património natural, na riqueza paisagística e na singularidade de tantos lugares.
– apostar mais na promoção turística, na modernidade da tecnologia e da indústria, para construir uma comunidade cada vez mais colaborativa que, mantendo a sua identidade e matriz histórica se afirme como um espaço urbano coletivamente pensado para fruição de todos.
– afirmar uma Batalha com mais emprego, uma terra onde seja agradável viver, onde a ciência e a inovação produzidas no Politécnico de Leiria e nos centros de estudo e formação façam da Batalha, um Concelho de Futuro, uma terra de oportunidades, aberta aos jovens e à sua criatividade e irreverência, um território das e para as Pessoas.
– reduzir as barreiras arquitetónicas e as barreiras geracionais e se afirma como um motor do desenvolvimento regional, em parceria com os municípios da região”.

“Os próximos tempos exigem projetos capazes, equipas competentes e com capacidade de realização para solucionar os problemas das pessoas: o emprego, a habitação, a saúde, a mobilidade, a educação, a cultura, a sobrevivência dos espaços rurais”, acrescentou Paulo Batista Santos.

Como projetos diferenciadores e a pensar no futuro sustentável do Concelho da Batalha, foram apresentados, entre outros, com maior prioridade:
1) a criação de uma agenda mobilizadora e elegível aos apoios COMPETE e Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para as áreas mais dinâmicas do concelho, como o turismo, as indústrias da cerâmica, do plástico e moldes, da construção civil e ainda da agroindústria, entre outras;
2) um programa de revitalização dos centros cívicos das freguesias e de apoio ao comércio tradicional;
3) o desenvolvimento de uma Rede de Aldeias Criativas e de promoção turística. O que se pretende é criar ou reaproveitar casas ou infraestruturas, como antigas escolas, por exemplo, e torná-las em espaços de apoio e trabalho (alojamento desportivo – Trail e BTT, alimentação, espaço de reuniões, telecomunicações de topo, etc.).
4) a criação de uma Bolsa de Habitação Jovem destinada a recuperar habitações para arrendamento a preço controlado a jovens que queiram empreender e fixar-se no Concelho da Batalha.
5) a construção do Centro de Inovação Social da Batalha, que ficará nas instalações desativadas de uma antiga unidade industrial e terá um balcão para todas as questões sociais, um espaço de co-work para projetos de empreendedorismo social.

A fechar, o candidato do PSD deixou o apelo: “passem esta mensagem de ambição e de vontade de fazer melhor pela a nossa terra. Passem a mensagem que nós não precisamos de mudar de personalidade: estamos na mesma! Gostamos do que somos! Somos Batalha”, numa referência ao slogan escolhido para a campanha autárquica.

    Fonte: PSD|Batalha

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.