Edição: 247

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/6/16

Iniciativa decorre entre 26 e 29 de maio, em formato presencial e online

Festival Ofélia de Teatro e Artes Performativas da ESAD regressa com a edição 10.5

Cartaz

Está de regresso mais uma edição do Festival Ofélia de Teatro e Artes Performativas da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR) do Politécnico de Leiria, organizado anualmente pelos estudantes do 2.º ano do curso de Teatro. A edição deste ano é a 10.5, dado não ter sido possível concretizar a 10.ª edição em 2020, devido ao confinamento provocado pela pandemia. O evento arranca na próxima quarta-feira, 26 de maio, e prolonga-se até sábado, dia 29.

O objetivo do Festival Ofélia de Teatro e Artes Performativas é promover o trabalho dos estudantes, assim como fomentar a criação artística intra e inter escolas de artes. Além disso, procura também inovar em conteúdo e forma, explorar toda e qualquer maneira de fazer teatro, atrair um público fiel e colaborar com todos os campos artísticos adjacentes às artes do espetáculo, como luz, som, cenografia, figurino, design, multimédia, gestão e produção cultural, entre outros.

Foram as intercorrências causadas pela pandemia de COVID-19 que suscitaram a temática da edição 10.5: FRAGMENTOS, cada um de nós como partes de um todo. Através das artes performativas, o festival deseja despertar a comunidade para conectar os fragmentos, ora próximos ora distantes, a fim de gerar arte e lembrar o seu valor constante na vida humana. A equipa da organização da edição 10.5 é composta por Ana Teresa Correia, Catarina Brito, Hanne Oliveira, Isabel Santos, Mariana Guerra e Marta Guimarães.

As atividades integradas na programação do evento são gratuitas, abertas ao público e têm lugar tanto nos espaços da ESAD.CR, como em locais da cidade das Caldas da Rainha, nomeadamente o Parque D. Carlos, Céus de Vidro, o Museu Leopoldo de Almeida, o Museu de Cerâmica e o Museu do Hospital Termal. A programação oficial do evento será disponibilizada através das redes sociais do Instagram (@festivalofelia10.5) e Facebook (Festival Ofélia).

Para além dos espetáculos teatrais, performances e a participação das escolas convidadas, como a Universidade do Minho, Universidade de Évora e Escola Superior de Teatro e Cinema, o evento contará com exposições dos estudantes dos outros cursos da ESAD.CR, com trabalhos de desenho, fotografia e pintura, como por exemplo: uma mesa-redonda intitulada “Cenografia Online”, via webinar, moderada pelo cenógrafo Henrique Ralheta, com os convidados João Brites, Fernando Ribeiro e Júnior Rodrigues; os workshops presenciais “Ilumina-te”, de som e luz com o técnico superior Daniel Coimbra, e “Improvisação no movimento”, coordenado pelo ator/coreógrafo Miguel Moreira.

O festival prevê ainda a realização de um workshop via webinar, através da plataforma Zoom, intitulado “Interpretando a Canção”, com a cantora e dubladora Kika Tristão e a atriz Karlla Guimarães, numa parceria do Festival Ofélia com a Escola de Artes Faz Assim, escola brasileira especializada em teatro musical.

Tendo em conta o estado atual da cultura, a edição 10.5 decidiu apostar num reforço online, através da transmissão em direto de alguns espetáculos do Festival nas plataformas Youtube e Facebook.

A realização desta edição do Festival Ofélia conta com a colaboração do coletivo artístico LuscoFusco e com o apoio da Junta de Freguesia N. Senhora do Pópulo, Coto e São Gregório, e da Câmara Municipal de Caldas da Rainha.

     Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.