Edição: 249

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/8/2

Endividamento residual potencia maior execução de fundos europeus

Batalha aprova contas de 2020 com um resultado de exploração positivo e reduz o endividamento em 17,4%

Paços do Concelho da Batalha

A Câmara Municipal da Batalha vive uma situação financeira saudável e apresenta meios libertos positivos de 1.912.361 euros, valor este que compara com os 1.886.542 euros em 2019, ou seja, registou um aumento de 1,4%, que serão aplicados em novos projetos de investimento e reforço de medidas de apoio social à população

“O Município da Batalha regista indiciadores de uma situação económica e financeira equilibrada – por exemplo, o cash-flow que foi gerado em 2020 (1.847.036 euros) é superior ao valor total das dívidas a terceiros a curto prazo existentes a 31/12/2020, que ascendiam a 1.307.129 euros. Assinalamos também o facto de o rácio de autonomia financeira apresentar um valor bastante significativo, a rondar os 89%”, pode ler-se no relatório do auditor.

O prazo médio de pagamentos situa-se em 13 dias, o que coloca o Município da Batalha nos níveis mais baixos do ranking do setor autárquico, à data de 31 de dezembro de 2020, não registando ainda quaisquer dívidas em atraso.

O endividamento municipal encontra-se ao mais baixo nível da última década (2010) e, comparativamente a 2019, a dívida total registou uma redução de cerca 452 mil euros (-17,4%), representando, a 31 de dezembro de 2020, o valor de 2.143.095 euros, dos quais apenas 1.712.472 euros relativos a empréstimos bancários de m/l prazo.

“Com um endividamento municipal praticamente residual e dispondo de uma elevada capacidade de execução de fundos europeus, o Município poderá encarar o seu futuro com ambição de fazer mais projetos e chegar a mais famílias”, refere o autarca da Batalha, Paulo Batista Santos.

Note-se que a análise do desempenho económico relativamente ao ano de 2020 deverá também ser enquadrada no contexto pandémico da Covid-19, a qual teve (e continua a ter) repercussões muito significativas em todo o mundo, e de forma transversal a todos os setores da sociedade – famílias, instituições sociais, empresas, estado, poder local, etc..

Pelo que é de salientar a importância de a autarquia dispor de uma situação orçamental estruturalmente equilibrada e uma condição financeira robusta, o que permitiu concretizar vários apoios à comunidade local cuja tradução orçamental em 2020 atinge um valor superior a 1,2 milhões de euros de medidas de apoio social e de estímulo económico no contexto da pandemia da Covid-19.

“No caso do Município da Batalha, o foco passou a ser a proteção dos seus munícipes, levando a que o plano orçamental inicialmente previsto para 2020 tivesse de ser ajustado de forma a dar resposta a esse principal desiderato”, acrescenta o autarca.

O Relatório e Contas do Município da Batalha do ano económico de 2020 foi aprovado por maioria e apenas com a abstenção do vereador eleito pelo CDS-PP, tendo o vereador do PS e os restantes do PSD votado favoravelmente, com o louvor aos colaboradores municipais que contribuíram para o excelente desempenho orçamental e asseguraram a realização de vários projetos estruturais para a população local.

    Fonte: MB

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.