Edição: 249

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/8/3

Plesiopharos moelensis é o novo plesiossauro português e é o mais antigo e completo da Península Ibérica

Nova espécie de plesiossauro com 195 milhões de anos descoberta em São Pedro de Moel

Plesiopharos moelensis quer dizer “perto do farol de [São Pedro] de Moel”

Foi descoberto uma nova espécie de plesiossauro, que viveu há 195 milhões de anos, na região de São Pedro de Moel.

Este plesiossauro é o mais completo e antigo da Península Ibérica, datado do início do Período Jurássico, há cerca de 195 milhões de anos.

Os plesiossauros eram répteis marinhos, da Era dos dinossauros, que tinham de vir à superfície respirar e que conservaram os membros, braços e pernas, que evoluíram para barbatanas, com uma forma que lembra o mítico “monstro de Loch Ness”.

A nova espécie portuguesa foi batizada com o nome de Plesiopharos moelensis, que quer dizer “perto do farol de [São Pedro] de Moel” e também refere a afinidade familiar com os plesiossauros.

O fóssil do Plesiopharos, constituído por partes da barbatana do braço e da perna direita, do tórax e do pescoço, será em breve o centro de uma exposição temporária no Dino Parque da Lourinhã.

Os fósseis foram encontrados por dois colecionadores, Victor Teixeira e António Domingos, que os doaram ao Museu da Lourinhã. Os fósseis foram preparados no laboratório do Dino Parque por uma equipa pluridisciplinar e internacional de paleontólogos e geólogos, ligados ao Museu da Lourinhã e ao Dino Parque, entre outras instituições. A equipa liderada por Simão Mateus, Diretor Cientifico do Dino Parque da Lourinhã, teve como primeiro autor Eduardo Puértolas-Pascual investigador da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.

O exemplo que estes dois colecionadores deram ao doarem este material reveste-se ainda de maior significado quando a costa portuguesa sofre cada vez mais de pilhagens e colheita descontrolada de fósseis, que ameaçam a preservação do património paleontológico português.

A nova descoberta foi publicada na revista Acta Palaeontologica Polonica de acesso livre (http://www.app.pan.pl/archive/published/app66/app008152020.pdf).

Referência científica:

Puértolas-Pascual, E., Marx, M., Mateus, O., Saleiro, A., Fernandes, A.E., Marinheiro, J., Tomás, C. and Mateus, S. 2021. A new plesiosaur from the Lower Jurassic of Portugal and the early radiation of Plesiosauroidea. Acta Palaeontologica Polonica 66 (2): 369-388, 2021

Fonte: CA|ML

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.