Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

Candidatura do movimento liderado por Rui Alexandre

Joaquim Marto é candidato à Junta de Freguesia de Alfeizerão pelo Movimento "Cidadãos por Alcobaça - Nós Cidadãos"

Joaquim Marto

Joaquim Correia Marto é o candidato à Junta de Freguesia de Alfeizerão pelo Movimento Independente “Cidadãos Por Alcobaça – Nós Cidadãos”. “Sou Conhecido por Quim Marto um filho da terra com 67 anos. Aqui nasci, aqui cresci, aqui me fiz homem. Tal como noutros tempos e desportivamente falando, como todos sabem, deixei muitas vezes a pele em campo na defesa do emblema do nosso clube e da nossa terra. Da terra que amo. Este é o meu lema, querer sempre mais e o melhor para Alfeizerão e suas gentes, daí o meu envolvimento também na direção da Casa do Povo e da Santa Casa da Misericórdia”, refere o candidato.

“Decidi candidatar-me a presidente da Junta de Freguesia de Alfeizerão, não com o objetivo de procurar protagonismo, mas sim com o propósito de passar a ser Alfeizerão a ter todo o destaque. Quero dar-lhe um novo rumo que só com o envolvimento de todos será possível. Deixar a promessa do meu empenhamento, por acreditar que Alfeizerão merece mais e melhor”, adianta Joaquim Marto.”

O candidato do “Nós Cidadãos” sublinha que “este é o momento para o qual me sinto preparado e com a confiança necessária para enfrentar mais este grande desafio de ser presidente da Junta de Freguesia de Alfeizerão. Este é o momento para o qual me sinto preparado e com a confiança necessária, para abraçar este projeto juntamente com a minha equipa: dedicar-me á Junta de Freguesia de Alfeizerão 24 horas por dia que é o que uma das maiores freguesias do concelho merece e precisa.”

Assim, “irei dedicar-me de corpo e alma a Alfeizerão, terra que me viu nascer, terra que me viu crescer, terra que eu amo e que merece todo o meu respeito e todo o meu carinho. Tal como aqui nasci, aqui quero envelhecer. Quero ter e quero dar a todos os naturais e residentes na Freguesia de Alfeizerão a qualidade de vida merecida e desejada. Sim, porque para mim a política é o ir ao encontro da satisfação das necessidades da nossa comunidade”, conclui Joaquim Marto.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Walter Dantas

EXCELENTE, JOAQUIM MARTO, MOSTRE ÀS PESSOAS QUE COMPÕEM A ACTUAL JUNTA DE FREGUESIA COMO SE TRABALHA, EM PROL DOS QUE AQUI VIVEM E DOS QUE AQUI TÊM INTERESSES. HÁ MUITO PARA FAZER EM ALFEIZERÃO, FRUTO DE ANOS DE DESLEIXO POR PARTE DE JUNTAS DE FREGUESIA INÚTEIS, ALGUMAS DELAS INTERESSADAS EM RESOLVEREM PROBLEMAS PESSOAIS, COMO CERTAMENTE SABE… HÁ EXEMPLOS QUE ILUSTRAM ESTE PONTO… BOA SORTE!

Walter Dantas

Esta candidatura traduz uma lufada de ar fresco, que pode saber dizer BASTA ao conhecido desleixo, com que a actual Junta de Freguesia de Alfeizerão desempenha as suas funções. Os problemas são conhecidos e eternizam-se e até coisas simples são ignoradas. Coisas simples, um exemplo: o arranjo de bancos públicos apodrecidos (só junto à Igreja de Alfeizerão há 3 degradados) um trabalho encarado com o habitual desinteresse. A actual Junta de Freguesia sofre de inacção, dado que olha para os problemas e, a seguir, ignora-os… Nada promete pela simples razão de que nada faz. E a Câmara Municipal e Alcobaça apoia o mesmo candidato de anteriores lides autárquicas … um candidato conhecido, com interesses também conhecidos na Freguesia, mas sem obra de relêvo feita, em prol dos cidadãos da Freguesia… Mas, atenção, há obras públicas feitas a preceito, até bem feitas, que muitas pessoas entendem destinadas a valorizar património privado, concretamente, certas propriedades agrícolas... E como falamos de arruamentos, recordo mais um caso (este grave) de um arruamento muito utilizado e muito degradado: ainda hoje passei junto à pastelaria O Castelo, no centro de Alfeizerão e, uma vez mais, os solavancos do carro revelaram-me a extrema degradação do piso - um troço curto, cheio de buracos e remendos, que merecia ser substituído há anos caso houvesse na Junta de Freguesia gente com iniciativa e vontade de trabalhar, pessoas que encarassem de frente este tipo de situações. Acabo como comecei: esta candidatura de NÓS CIDADÂOS é uma prova de que há cidadãos na Freguesia, dispostos a trabalhar e a melhorar aspectos com realce para a vida dos que residem ou têm interesses na Freguesia. Agora, é preciso que NÓS CIDADÂOS dêem a conhecer o Plano de Actuação, destinado a colocar Alfeizerão no mapa do progresso. Um progresso que tarda em chegar, com as pessoas que compõem a actual Junta de Freguesia, gente que pouco faz por esta simpática Vila do Oeste. Bem hajam NOS CIDADÃOS e boa sorte!