Edição: 248

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/7/29

No caso de não ser o mais votado nas eleições autárquicas na Batalha

PSD convida o deputado socialista Raul Castro a esclarecer se vai exercer o cargo de vereador

Paulo Batista Santos

O atual presidente da assembleia municipal da Batalha e ex-diretor do Mosteiro da Batalha, o professor Júlio Órfão, é o mandatário das candidaturas autárquicas pelas listas do Partido Social Democrata no concelho da Batalha.

Em declaração de apresentação, Júlio Órfão, natural de São Mamede, no concelho da Batalha, adianta que conhece bem os candidatos escolhidos e recorde que “como professor, habituei-me a avaliar os alunos baseado, não em estados de alma ou simpatias, mas nos resultados. É desta mesma forma que perante a avaliação que faço das pessoas que integram as listas do PSD não hesito em garantir-lhe e manifestar o meu apoio”.

Relativamente ao atual presidente da Câmara e candidato do PSD, Paulo Batista Santos, o ex-diretor do Mosteiro da Batalha é perentório: “os resultados dos dois mandatos do candidato Paulo Batista dos Santos estão à vista de todos e falam por si e respeitam à educação, à cultura, aos apoios sociais, associativos e desportivos, bem como ao desenvolvimento económico conseguidos num contexto difícil em que, mesmo com as múltiplas e assertivas respostas dadas aos problemas gerados pela pandemia, foi possível praticar uma gestão sensata e criteriosa o que, inclusive, possibilitou a redução da dívida da autarquia”.

Júlio Órfão

“É por tudo isto que me sinto honrado em acompanhar, apoiar e recomendar o apoio estas listas do PSD”, conclui o mandatário Júlio Órfão em mensagem gravada e divulgada esta sexta-feira no sítio oficial da candidatura do PSD “Todos Somos Batalha”.

O Partido Social Democrata na sequência da decisão recente do Governo em marcar as próximas eleições autárquicas para o dia 26 de setembro, considera essencial para o esclarecimento dos cidadãos e transparência do processo eleitoral que o candidato e atual deputado socialista Raul Castro, com mandato na Assembleia da República até outubro de 2023, esclareça, de uma vez por todas, se no caso de ser eleito para a futura vereação vai ou não exercer o respetivo mandato autárquico.

O PSD recorda que depois da divulgada desistência do candidato à assembleia municipal António Lucas da lista de “independentes” patrocinada pelo Partido Socialista, bem assim de outras recusas de candidatos anunciados na imprensa, importa que os batalhenses conheçam efetivamente quais são as opções programáticas e os protagonistas que estão de facto disponíveis para trabalhar em prol do desenvolvimento local.

   Fonte: PSD|Batalha

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.