Edição: 248

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/7/29

Cinco homens e duas mulheres foram detidos

GNR desmantela rede de tráfico de estupefacientes em Abrantes e Ponte de Sor

Material apreendido pela GNR

O Comando Territorial de Santarém da GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Abrantes, deteve, no dia 6 de julho, cinco homens e duas mulheres com idades compreendidas entre os 33 e 45 anos por tráfico de estupefacientes, nos concelhos de Abrantes e Ponte de Sor.

No âmbito de uma investigação que decorria há dois anos, pelo crime de tráfico de estupefacientes, foi possível apurar que a rede de tráfico atuava na Região Centro, essencialmente nos concelhos de Abrantes e Ponte de Sor.

No decorrer das diligências de investigação deram cumprimento a seis mandados de detenção e 26 mandados de busca (nove domiciliárias, 16 em veículos e uma em armazém) que culminaram no desmantelamento desta rede e na apreensão do seguinte material: 19 veículos, um ciclomotor, 54 doses cocaína, 45 doses de cannabis, sete doses de heroína, 14 telemóveis, um computador, duas televisões, 19 peças de ouro, uma arma branca, três armas de ar comprimido, uma besta, diverso material relacionado com a prática do tráfico de estupefacientes e diverso material mobiliário de requinte.

Saliente-se ainda que foi efetuada uma apreensão de 16 474 euros no decorrer das buscas.

Um dos detidos foi presente, no dia 7 de julho, no Tribunal Judicial de Santarém, e os restantes detidos foram presentes no mesmo tribunal, no dia 8 de julho, para lhes serem aplicadas as medidas de coação. O Tribunal decidiu aplicar prisão preventiva a dois detidos e apresentações periódicas no posto policial da área de residência a quatro detidos e, ao detido presente no dia 7 de julho, foi aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência (TIR).

A ação contou com o apoio da Secção de Informações e Investigação Criminal (SIIC) e do Destacamento de Intervenção ambos do Comando Territorial de Santarém e o reforço do Comando Territorial de Portalegre e da Unidade de Intervenção.

    Fonte: CTS|GNR

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.