Edição: 250

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/9/22

Torres Vedras

“Fora da Caixa” conquistou 1º lugar no Prémio de Boas Práticas de Participação da Rede de Autarquias Participativas

Entrega do Prémio de Boas Práticas de Participação

O projeto “Fora da Caixa”, de Torres Vedras, conquistou o primeiro lugar na sexta edição do Prémio de Boas Práticas de Participação da Rede de Autarquias Participativas. O prémio distinguiu, ainda, o Grupo Ativo Comunitário, que recebeu uma Menção Honrosa ao conquistar o segundo lugar. A cerimónia de apresentação dos resultados decorreu esta quarta-feira, 21 de julho, no auditório do Centro de Artes e Criatividade de Torres Vedras.

“Quando trabalhamos a participação dos cidadãos, estamos a dar um passo muito significativo para um melhor entendimento daquilo que deve ser a democracia e daquilo que é a posição do cidadão perante os decisores e as decisões na sua cidade” realçou a presidente da Câmara Municipal de Torres Vedras, Laura Rodrigues, na sessão de abertura da cerimónia.

A entrega dos prémios esteve a cargo do presidente da Rede de Autarquias Participativas e da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, e do vice-presidente da Rede e vereador da Câmara Municipal da Lourinhã, José Tomé. Seguiu-se uma apresentação do projeto “Fora da Caixa” e uma visita guiada ao Centro de Artes e Criatividade.

Alunos das Escolas básicas do Maxial e Monte Redondo

A edição deste ano centrou-se na participação de grupos sub-representados, o que levou à distinção do “Fora da Caixa”, projeto itinerante que promove a participação das crianças do pré-escolar e 1º ciclo da rede pública, e do Grupo Ativo Comunitário, projeto participativo, composto por cidadãos da comunidade cigana local que tem como objetivo promover a inclusão social daquela comunidade. Foi, ainda, atribuída uma menção honrosa ao projeto “AEleva-te”, promovido pela Câmara Municipal de Cascais.

O júri do Prémio de Boas Práticas de Participação foi constituído pela presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, Sandra Ribeiro, pelo diretor adjunto da Fundação Calouste Gulbenkian, Pedro Calado, e pelo coordenador do Observatório Internacional de Democracia Participativa, Adrià Duarte. Além da classificação do júri, os projetos foram, ainda, submetidos a votação do público.

     Fonte: ACM|CMTV

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.