Edição: 250

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/9/22

Cistermúsica à beira de completar outra edição de sucesso artístico e de público

Festival de Música de Alcobaça encerra dia 1 de agosto com a música antiga da Accademia del Piacere

Accademia del Piacere

O Cistermúsica já ruma ao seu destino final numa edição em que, mais uma vez, soube transcender o cenário de pandemia e renovar não só o compromisso de celebrar os 500 anos da circum-navegação, mas também assinalar muitas outras efemérides musicais. Uma viagem Da Ibéria aos novos tempos que fecha o seu círculo nos próximos dias e traz diversas propostas artísticas nacionais e internacionais a não perder. Da ópera-tango “María de Buenos Aires” de Piazzolla aos sons de fusão do The Nagash Ensemble of Armenia, passando ainda pela música mestiça da Espanha barroca, são muitas as chaves de ouro para o encerramento do festival

A começar, no dia 28 de julho, quarta-feira, às 18h00, o Celeiro do Mosteiro de Alcobaça acolhe os Solistas da Orquestra XXI, formação constituída por alguns dos melhores jovens músicos portugueses e que nos darão a ouvir um programa para sexteto de cordas, composto por obras de Schulhoff e Tchaikovsky.

Dia 29 de julho, quinta-feira, às 21h00, o Cine-Teatro de Alcobaça – João d’Oliva Monteiro recebe aquele que é um dos grandes destaques do festival: a estreia de uma nova versão da ópera-tango de Astor Piazzolla, María de Buenos Aires, com direção musical de Daniel Schvetz e Ana Ester Neves como solista principal. Um espetáculo teatral e musical que, a par da música do genial músico argentino e do libreto de Horacio Ferrer, cruzará ainda em palco outras linguagens, tais como dança e projeção audiovisual.

Este espetáculo será também apresentado no sábado, dia 31 de julho, às 21h30, na Fábrica da Criatividade em Castelo Branco, numa co-produção que, para além do Cistermúsica e do município de Castelo Branco, envolve ainda o Centro Cultural de Belém em Lisboa e o município de Setúbal com datas previstas para 22 de agosto e 5 de outubro, respetivamente.

Voltando à programação em Alcobaça, no dia 30 de julho, sexta-feira, às 21h00, a Cerca do Mosteiro de Alcobaça oferece-nos um concerto pelo The Nagash Ensemble of Armenia, projeto que combina a música tradicional com a nova música clássica, o pós-minimalismo contemporâneo e a energia do jazz e do rock, através de três brilhantes vozes femininas e alguns dos maiores instrumentistas arménios.

A fechar, no dia 1 de agosto, domingo, às 18h00, na Sacristia do Mosteiro de Alcobaça, o Festival de Música de Alcobaça culminará, tal como iniciou há mais de um mês, com a presença de mais um conceituado agrupamento de música antiga oriundo de Espanha. A Accademia del Piacere, apresentará então Música Mestiça – Na Espanha Barroca, povoada de sons e danças com influências das colónias da coroa espanhola, dos ritmos de Nápoles, de Portugal, das Américas e da África negra — e cujo concerto está esgotado há vários dias.

O Cistermúsica conta com o Alto Patrocínio de Sua Excelência o Presidente da República, o apoio financeiro da Direção-Geral das Artes, a parceria estratégica do Município de Alcobaça, a parceria institucional da Direção-Geral do Património Cultural/Mosteiro de Alcobaça, o mecenas BPI / Fundação “La Caixa”, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa como patrocinador da programação Outros Mundos, o apoio à comunicação do Turismo Centro de Portugal e a Fundação Millennium como mecenas da Rota de Cister.

    Fonte: AMA

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.