Edição: 250

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/9/22

Candidatura apresentou o seu programa eleitoral

CDU de Alcobaça propõe maior envolvimento das populações nas tomadas de decisão

Clementina Henriques e António Raposo

A CDU de Alcobaça apresentou, no dia 23 de julho, no auditório da Biblioteca Municipal, o seu programa eleitoral para a Câmara Municipal de Alcobaça. Estiveram presente José Luís de Sousa, em representação da Direção da Organização Regional de Leiria do PCP, Clementina Henriques e António Raposo, cabeças de lista à Câmara e Assembleia Municipal de Alcobaça, respetivamente, e Basílio Martins, mandatário da candidatura.  A CDU não contesta as opções políticas do atual executivo do PSD no último mandato, nomeadamente, a criação do Parque Verde, da Zona Industrial Responsável da Benedita e do Pavilhão Multiusos da cidade, mas propõe um maior envolvimento das populações nas tomadas de decisão.

Clementina Henriques admite que o Parque Verde é um equipamento social extremamente útil para a população, mas recorda que o espaço precisa de manutenção, melhores acessos e estacionamento, bem como instalações sanitárias sem restrições de horário.

A deputada municipal da CDU concorda com a criação da Zona Industrial Responsável da Benedita, mas considera que é necessário mais, nomeadamente, uma boa gestão do espaço, o envolvimento das empresas da região e a preservação do património histórico da Quinta da Serra.

Também a requalificação do MercoAlcobaça e a sua transformação em Pavilhão Multiusos merece a concordância da CDU, defendendo, contudo, uma maior participação e envolvimento das populações na gestão do espaço.

A CDU considera muito insuficiente a atual oferta de mobilidade através do minibus Chita e defende a implementação de uma rede de transportes públicos regulares entre as freguesias e a sede de concelho, através de uma negociação com os operadores rodoviários e os operadores turísticos do concelho, de forma a que a atividade turística se possa estender a todo o concelho e não apenas à cidade, dinamizando assim o setor da economia do concelho ligado à restauração, hotelaria e lazer.

Aliás, a CDU quer apostar fortemente no turismo, integrado, assente na matriz de cluster, com as vertentes de turismo de praia, gastronómico, patrimonial, religioso, artesanal, rural e outras, numa visão sistémica, facilitadora de uma verdadeira rede sustentável, com potencial do lado da oferta e do lado da procura, superando o constrangimento da atividade sazonal.

A coligação PCP-PEV defende a requalificação da central elétrica da Fervença e a despoluição integral da bacia hidrográfica dos rio Alcoa e Tornada.

José Luís de Sousa, Clementina Henriques, António Raposo e Basílio Martins

António Raposo revelou que a CDU pretende construir um novo edifício dos Paços do Concelho, embora não tenha ainda uma localização definida, considerando tratar-se der um projeto de médio prazo, para ser estudado e amadurecido. Outro dos projetos em carteira da coligação PCP-PEV é a criação da circular externa de Alcobaça, um projeto municipal já previsto mas nunca concretizado, de forma a servir a zona oeste do concelho, nomeadamente, as freguesias do Bárrio e da Cela.

A CDU quer ainda criar o Gabinete de Apoio ao Empresário, para prestar informações municipais, como taxas, licenças e zonas industriais, mas também para ajudar os empresários a formalizarem candidaturas a fundos europeus.

Em termos de habitação, a coligação PCP-PEV pretende criar habitação a custos controlados para jovens e fomentar a criação de cooperativas de habitação.

Relativamente à Saúde, a CDU defende como projeto de longo prazo, a construção de um novo hospital a sul do concelho, de forma a servir também os concelhos vizinhos, e a melhoria das valências do atual Hospital de Alcobaça Bernardino Lopes de Oliveira, no curto e médio prazo.

No campo cultural, a coligação PCP-PEV quer pressionar a recuperação e abertura da Casa-Museu Vieira Natividade, adquirir a coleção/espólio do Museu Raul da Bernarda, avançar com o projeto do Museu dos Coutos de Alcobaça e criar uma Bienal de Escultura em Pedra. A CDU defende também a requalificação a zona de saibro em frente ao Mosteiro de Alcobaça utilizando novas soluções, após concurso de ideias e debate com a população interessada.

Outros projetos da CDU de Alcobaça passam pela criação de uma Escola de Artes e Ofícios, o Arquivo Municipal e Histórico e um Arquivo/Museu Municipal.

Por fim, a CDU reivindica a reposição das freguesias extintas em 2012 e, no mínimo, o apoio à auscultação dos fregueses nesta matéria.

    Mário Lopes 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.