Edição: 250

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/9/22

Programação em Rede – Lezíria do Tejo

Teatro para Crianças, Arte Urbana, Cinema Documental e Dança animam noites nos municípios da Lezíria do Tejo

Painel alusivo ao Prémio Nobel da Literatura José Saramago, na Azinhaga

A Programação em Rede, promovida pela Lezíria do Tejo, teve, na última semana de julho, grande intensidade de realizações, em diversos municípios do território.

A Associação Aqui Há Gato apresentou o seu espetáculo “Tejo, por um Fio”, centrado nas preocupações ambientais, no jardim Equuspolis da Golegã (na quarta feira, dia 28 de julho), no Centro Escolar de Azinhaga (na quinta feira, dia 29 de julho) e no Cineteatro de Rio Maior (no sábado, dia 31 de julho). Trata-se de uma proposta estética enternecedora, emotiva e cativante. Um espetáculo belíssimo que encanta pequenos e mais crescidos, uma produção de grande qualidade estética e de sensibilização ambiental. Verdadeiramente imperdível.

Para quem ainda não viu, depois de uma interrupção em agosto, o espetáculo voltará a ser apresentado a partir de setembro, com um calendário de itinerância nos concelhos da Lezíria.

Associação Aqui Há Gato apresentou o espetáculo “Tejo, por um Fio”, centrado nas preocupações ambientais, na Golegã e Rio Maior

Já no que toca à Arte Urbana, sob direção do artista Bigod, decorreu um workshop na Azinhaga, que culminou com a pintura de um painel alusivo ao nobel José Saramago, localizado no Parque das Merendas, junto ao rio Almonda. Seguem-se, em agosto, residências artísticas em Rio Maior, Chamusca e Cartaxo.

Rio Maior acolheu também a residência em Cinema Documental, dirigida pelos Waves of Youth, tendo sido produzido o documentário “Ligações Salgadas“, apresentado na sala da Cooperativa Agrícola dos Produtores de Sal, nas Marinhas de Sal, em Rio Maior (pode ver o documentário em https://www.youtube.com/watch?v=11YxQdhhhgk).

Já antes tinha decorrido idêntica residência artística em Santarém, com apresentação pública marcada para o dia 28 de agosto, no Convento de São Francisco.

 

Círculo Cultural Scalabitano estreou “Dançar com… Vindimas”, em Santarém

Finalmente, o Círculo Cultural Scalabitano estreou no sábado, dia 31 de julho, “Dançar com… Vindimas”, um espetáculo de dança que, na sua fase final, incluiu uma residência artística com a participação de dez pessoas da cidade de Santarém. O espetáculo foi apresentado na antiga parada da ex-Escola Prática de Cavalaria.

Apesar do frio que se fazia sentir, mais de uma centena de pessoas assistiram maravilhadas a este magnífico espetáculo, com coreografia de São Noronha, da Academia de Dança do CCS e produção do Círculo Cultural Scalabitano. No final, o público aplaudiu de pé e com entusiasmo, visivelmente satisfeito.

“Dançar com… Vindimas” segue agora para a Chamusca (14 de agosto) e Cartaxo (28 de agosto), onde decorrerão também residências artísticas, assim envolvendo pessoas destes concelhos.

    Fonte: CL|CIMLT

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.