Edição: 250

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/9/20

Tília foi a árvores escolhida para substituir o plátano

Câmara Municipal de Leiria agenda para 16 de agosto a remoção do plátano vandalizado na cidade

Plátano vandalizado no Parque do Avião

Um plátano de grande porte existente no Parque Tenente Coronel Jaime Filipe da Fonseca (Parque do Avião), Leiria, foi recentemente alvo de um episódio de vandalismo, deixando a árvore em risco de queda, o que obrigará ao seu abate por representar uma ameaça para a segurança de pessoas e bens.

O Município vinha já a monitorizar a situação biomecânica deste exemplar, que apresentava na base do tronco uma lesão, no sentido de assegurar condições para a sua subsistência.

Na sequência do episódio de vandalismo, em que foi queimada a sua base, a árvore apresenta uma cavidade de grandes dimensões, precisamente onde se verifica a sua maior fragilidade.

Neste sentido, não resta outra alternativa ao Município que não seja proceder à sua remoção, uma vez que a sustentabilidade do exemplar não se encontra garantida, existindo o risco de queda.

O acesso à zona envolvente da árvore encontra-se limitado.

O Município irá formalizar queixa junto das autoridades policiais.

A remoção do plátano decorrente do ato de vandalimo irá decorrer no próximo dia 16 de agosto às 9 h, a qual poderá obrigar ao condicionalismo do trânsito na Rua Comissão da Iniciativa até às 18 h.

A Câmara Municipal de Leiria acrescenta que, além da avaliação de estabilidade biomecânica solicitada a entidade externa, foi ainda consultada a Oikos, tendo sido unânime a posição de necessidade de abate do plátano.

Em substituição deste espécime, será colocada no local uma tília.

  Fonte: GRPG|CML

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.