Edição: 250

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/9/20

Biólogo Francisco Pascoal é natural de Rio Maior

Bloco de Esquerda candidata jovem cientista à Junta de Freguesia de Rio Maior

Francisco Pascoal

O biólogo Francisco Pascoal, de 24 anos de idade, encabeça a lista do Bloco de Esquerda à Junta de Freguesia de Rio Maior, de onde é natural.

É investigador do Centro Interdisciplinar de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Porto, onde prepara já o seu doutoramento, como bolseiro da Fundação para a Ciência e Tecnologia. É mestre em microbiologia, pelo Instituto Superior Técnico da Universidade de Lisboa, e licenciado em Biologia Celular e Molecular, pela Faculdade de Ciência e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa.

Realizou um estágio na Universidade de Dalhousie, no Canadá, e foi presidente da Associação Nacional de Estudantes de Biologia.

Francisco Pascoal, que acumula também a função de mandatário das listas, é dirigente nacional dos Jovens do Bloco de Esquerda e integra também a coordenadora distrital de Santarém do Bloco de Esquerda.

Para além de ser autor de vários artigos científicos em revistas internacionais, no domínio da biologia, Francisco Pascoal publicou já três romances e um livro de poesia.

O Bloco de Esquerda de Rio Maior salienta que a junta de freguesia é um órgão de proximidade com a população local e, portanto, tem um papel fundamental para o objetivo explanado no seu lema: Rio Maior para toda a gente. Considera que a junta de freguesia deve ter um papel ativo na inclusão das comunidades migrantes, apoiando a luta contra todas as formas de racismo e auscultando as necessidades destas populações, muitas vezes em situações frágeis e vulneráveis à exploração. A junta de freguesia tem também um papel importante na identificação de todas as falhas locais a nível de transportes públicos, habitação e apoios sociais, de modo a pressionar e comunicar com os órgãos de decisão capazes de colmatar essas falhas.

O Bloco de Esquerda, em Rio Maior, anteriormente, apoiou o “Projeto Cidadania”, que foi responsável por um abaixo-assinado contra o estacionamento pago em Rio Maior. Um exemplo de como auscultar a população local é benéfico para a freguesia.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.