Edição: 250

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/9/20

Partido concorre à União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria e Junta da Benedita

Chega apresenta candidatos em Alcobaça com “expectativa alta” de eleger um vereador

Nélson Pescada, Pedro Botelho Serra, Jorge Galveias, Luís Paulo Fernandes , Isabel Ventura, Tarcísio Trindade e Jorge Henriques

O Chega apresentou no dia 20 de Agosto de 2021, Feriado Municipal em Alcobaça, no parque de merendas das Pedras, na Mata do Vimeiro, as listas de candidatos. Os cabeças de lista são Isabel Ventura, à Câmara Municipal de Alcobaça, Pedro Serra, à Assembleia Municipal, Nélson Pescada, à União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria, e Jorge Henriques, à Freguesia da Benedita. Esta candidatura assenta o seu programa em três pilares fundamentais: Pessoas Mais, Emissões Zero, Papel Zero.

Estiveram presentes, além dos candidatos ao concelho de Alcobaça, o líder da distrital do Chega, Luís Paulo Fernandes e o coordenador distrital autárquico, Jorge Galveias.

Segundo Luís Paulo Fernandes, “Alcobaça será decerto um dos concelhos com mais habitantes em que estamos muito atentos e onde temos a certeza que vamos ter bons resultados. Não tenho dúvidas que os outros partidos se mostram preocupados com o que vai acontecer aqui”, acrescentando que “temos uma mulher muito forte, muito determinada, de muita garra, uma mulher do povo, que nasceu e vive em Alcobaça, uma mulher distinta, diferente na energia que transmite e na vontade que tem”.

Apesar de ser a primeira vez que o partido concorre a Alcobaça, Luís Paulo Fernandes afirma que a “expectativa é alta, de fazermos um excelente resultado com a eleição de um vereador, mas tudo pode acontecer. Não estamos aqui pressionados a que tenha que ocorrer eleição de 3 ou 4 vereadores, ou da vitória mesmo, que pode acontecer”, adiantando ainda que “não tenho dúvidas que a 26 de Setembro haverá muitas surpresas e Alcobaça será uma delas”.

Por sua vez, Pedro Serra, cabeça de lista à Assembleia Municipal, afirmou que “o Chega apresenta-se para ser diferente, para ter posições diferentes das que estão actualmente na governação. Podemos fazer melhor e fazer melhor do que está a ser feito. Estamos na Mata do Vimeiro, que é um dos espaços idílicos de Alcobaça e que tem sido muito desprezado, esquecido, assim como outros que gostaríamos de ver com melhores vivências”.

Segundo o candidato, o partido apresenta-se “para fazer a diferença, para acrescentar algo ao que já existe e para tentar que todas as populações de todas as freguesias sejam ouvidas a nível da Assembleia Municipal”.

Já Isabel Ventura lembrou que nunca teve qualquer filiação partidária.  “Aceitei para servir publicamente a minha terra, a nossa terra. Fico a aguardar que os alcobacenses me ajudem a levar este projeto a bom porto”, apelou.

A candidata considera que a sua experiência em auditoria, em sistemas de gestão em organizações tanto produtoras como de serviços “vai ser seguramente uma boa ferramenta no que diz respeito a uma gestão autárquica eficaz e a uma melhoria dessa gestão autárquica”.

Cabeças de lista à Assembleia Municipal, Assembleias de Freguesia da Benedita e de Alcobaça e Vestiaria e à Câmara Municipal

A cabeça de lista do Chega à Câmara Municipal de Alcobaça referiu que no seu programa eleitoral “temos a considerar o primeiro grande pilar que é Pessoas Mais, o segundo grande pilar é Emissões Zero e o terceiro grande pilar, Papel Zero”, sendo que de acordo com estes três grandes pilares subdividimos em diferentes objetivos” e “temos muitas medidas no âmbito social, com grande enfoque nos idosos e nos jovens, nomeadamente, a habitação jovem”.

Isabel Ventura salientou que “o programa foi feito por uma equipa, não foi só por mim. Temos uma equipa multidisciplinar, com elementos de diferentes freguesias do concelho e também independentes” e “este programa foi pensado por todos e houve uma reflexão enorme no que diz respeito às vias de comunicação quer rodoviárias, quer ciclovias, como comunicação propriamente dita, como circuitos turísticos que devem ser transversais à cidade de Alcobaça e às vilas que constituem o concelho, nomeadamente Benedita, São Martinho do Porto, Pataias e Cós”.

Relativamente ao pilar “Pessoas Mais”, este é divido em sectores como a remodelação autárquica, a questão social, saúde e desporto, educação, apoio à família e habitação, cultura e turismo, segurança. Na renovação autárquica, destaque para as propostas de reorganizar serviços e chefias dos órgãos autárquicos; obrigatoriedade de concursos públicos para todas as obras públicas com a inevitável extinção dos ajustes directos ou anular custos de obras sem escala, desnecessárias e potenciadoras de custos à autarquia atuais e para todas as gerações vindouras, entre outras.

Na vertente Social, destaque para a prioridade em investimentos do Governo a fixar população, nomeadamente jovens ou criar parcerias com a Segurança Social para aumentar a oferta comportável a Lares Residenciais de Idosos, com a prioridade de atender a utentes de baixos recursos.

Na saúde e desporto, o Chega aposta na requalificação das Unidades de Saúde Familiar de forma a minimizar encaminhamento para Hospitais ou criar ciclovias de interligação entre freguesias do concelho, aproveitando a possibilidade de pedalar da serra até ao mar.

Na Educação, destaque para a atribuição de prémios aos jovens com bons resultados nos exames nacionais ou para a criação de bolsas para estudantes universitários de excelência. No apoio à família e habitação, a criação e manutenção de infraestruturas para creches gratuitas e o financiamento ou apoio a rendas de habitação aos jovens são algumas das propostas.

No que se refere à Cultura e Turismo, destaque para a realização anual de Festivais Literários, Musicais e de Teatro / Cinema / Fotografia, da criação de um Museu de Estudos Cistercienses, abrangente à rota de Cister em Portugal com sede em Alcobaça, a criação do  Museu de Alcobaça, divulgando a evolução histórica dos seus produtos regionais: Chita de Alcobaça, Louça de Alcobaça (faiança e porcelana), Maçã de Alcobaça, Doces Conventuais, Ginga de Alcobaça, bem como a criação das marcas turísticas: Aljubarrota e Cós e a marca industrial da Benedita são propostas do programa do Chega.

Nos pilares Emissões Zero e Papel Zero e na Economia, esta candidatura apresenta propostas para melhorar e ter em vista a resolução absoluta da cobertura em todo o concelho rede de saneamento básico; criar indicadores de Desempenho Ambiental Municipal, com metas para redução de emissões gasosas, consumos energéticos, consumos de água, minimização da produção de resíduos indiferenciados e maximização da reciclagem de resíduos para destino autorizado.

Ainda nestes pilares são também exemplo a criação de ciclovias por várias zonas do concelho; a melhoria dos serviços do Gabinete de Apoio ao Empresário; a agilização das respostas aos pedidos de licenciamento relacionadas com cumprimento de requisitos legais ambientais ou a definição de uma “Câmara 4.0” facilitadora da comunicação com o munícipe.

Na lista à Câmara Municipal de Alcobaça, acompanham Isabel Ventura, Tarcísio Trindade, Jorge Henriques, Nélia Marques e Jorge Pragosa. A lista à Assembleia Municipal de Alcobaça é encabeçada por Pedro Serra, seguindo-se José Belo Galinha, Nélia Marques, Tarcísio Trindade e Jorge Henriques. Nélson Fonseca será o candidato à União de Freguesias de Alcobaça e Vestiaria e Jorge Henriques à Benedita.

   Mónica Alexandre

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.