Edição: 251

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/10/27

Campanha entrou no mês decisivo

Movimento Independente da Batalha apela ao PSD que apresente as suas propostas e as discuta com elevação

Raul Castro

A um mês das Eleições Autárquicas 2021, o Movimento Independente “Batalha é de Todos” está empenhado em esclarecer cada vez mais os Batalhenses acerca do seu programa para os próximos quatro anos. Delineou, por isso, uma campanha informativa, que apela à inteligência do eleitorado e que eleva o discurso político do Concelho.

“Aquilo que os Batalhenses querem saber é o que vai mudar nas suas vidas se votarem no projeto e na equipa liderada por Raul Castro, que conta com a participação e a adesão de cada vez mais pessoas empenhadas no desenvolvimento do Concelho e na devolução aos munícipes dos seus direitos, seja no direito à participação na vida democrática; seja na capacidade construtiva dos seus terrenos, de que muitos se viram espoliados; seja na qualidade de vida que foram perdendo nos últimos anos, face a uma governação que estagnou o Concelho e afastou os munícipes das várias freguesias do centro do poder”, refere..

Por outro lado, “nem sempre, do lado de quem sente que poderá perder, no dia 26, o poder conquistado, tem havido ideias, elevação e correção para com as outras candidaturas. Depois de ter divulgado, em junho, um estudo de opinião de abril, o PSD local veio agora criticar a sondagem recentemente divulgada e realizada pela inquestionável Intercampus, apenas porque não gostou do resultado”, acrescenta.

O Movimento Independente “Batalha é de Todos” apela, por isso, “à seriedade intelectual e pessoal desta campanha. Não é por sentirem que estão prestes a perder o poder na Batalha que os responsáveis políticos têm o direito de insultar e pôr em causa a seriedade profissional de empresas, trabalhadores honestos e dos adversários.”

O Movimento liderado por Raul Castro espera, assim, que esta campanha decorra com toda a normalidade e que os adversários não enveredem agora, no mês que falta para as eleições, num tipo de comportamento que considera recorrer à difamação e ao insulto. Mas, se for esse o caminho escolhido, deixa desde já claro que “o Movimento Independente “Batalha é de Todos” não dará resposta a esse tipo de campanha e continuará a fazer aquilo que sabe: apresentar as melhores ideias, o melhor programa e os melhores candidatos para mudar uma certa forma de fazer política de que a Batalha não gostou nos últimos anos.”

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.