Edição: 251

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/10/27

“De Alcobaça à Independência do Brasil - O coronel Isidoro Rodrigues Pereira e as transformações sociais, económicas e políticas no Maranhão entre 1775 e 1825”

Professor Leonel Fadigas apresenta sábado na Biblioteca Municipal de Alcobaça livro sobre o Brasil colonial

Capa do livro

O Professor Leonel Fadigas irá apresentar este sábado, dia 11 de setembro, no Auditório da Biblioteca Municipal de Alcobaça o seu último livro, “De Alcobaça à Independência do Brasil – O coronel Isidoro Rodrigues Pereira e as transformações sociais, económicas e políticas no Maranhão colonial entre 1775 e 1825”, editado pelas Edições Sílabo (www.silabo@silabo.pt).

O coronel Isidoro Rodrigues Pereira, nascido na Maiorga, concelho de Alcobaça, em 1758, emigrou para São Luís do Maranhão, em 1779, com 21 anos de idade, no contexto de um período em que colonização da região amazónica se revelava vital para a sua exploração económica e para o fortalecimento da presença portuguesa na região.

Este livro conta a história de um homem que cedo partiu das terras de Alcobaça para o outro lado do Atlântico e das oportunidades, contradições e tensões que lhe moldaram a vida. Mas conta também um período importante da história do Maranhão colonial que o acolheu e onde se fez negociante e dono de terras. E onde foi, também, coronel de cavalaria do regimento de Caxias, vereador e presidente da Câmara de São Luís do Maranhão no período conturbado em que decorreu a adesão do Maranhão ao Brasil independente.

Militar e político, Isidoro Rodrigues Pereira foi um participante ativo no processo de desenvolvimento do Maranhão colonial e nas mudanças por que passou. Apesar da sua fidelidade a Portugal e ao seu rei, foi forçado a aceitar a adesão do Maranhão à independência do Brasil, perto de um ano depois do grito do Ipiranga, quando as circunstâncias o impuseram. Faleceu pouco tempo depois; e, com ele, um modo de vida colonial que ajudou a criar e a prosperar, mantendo sempre na memória a lembrança da terra que o viu nascer.

O livro conta, por isso, uma história dentro de outra história. Dos amores e desamores e do seu casamento com Ana Jansen. Traz até nós o retrato da sua vida aventurosa num tempo de mudanças que tornou possível, de um lado do Atlântico, a independência do Brasil e do outro a criação do Portugal moderno modelado pelo liberalismo vintismo.

Como refere o professor Marcelo Cheche Galves, da Universidade Estadual do Maranhão,  no seu prefácio, “o livro recupera e explora informações ainda pouco conhecidas, de um público acadêmico ou não, e que seguramente suscitarão um proveitoso debate entre os interessados pelos muitos aspetos que aborda”.

A apresentação do livro será feita pelos professores Marcelo Cheche Galves, da Universidade Estadual do Maranhão e Carlos Guardado da Silva, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.