Edição: 251

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/10/27

Ex-Presidente da República e ex-vereadora e professora

Câmara e Assembleia Municipal da Marinha Grande aprovam votos de pesar sobre Jorge Sampaio e Maria Fernanda Pinto

Jorge Sampaio

A Assembleia Municipal e a Câmara Municipal da Marinha Grande aprovaram, nos dias 9 e 13 de setembro, respetivamente, dois votos de pesar, pelos falecimentos do ex-Presidente da República Jorge Sampaio e da professora e ex-vereadora Maria Fernanda Pinto.

Voto de Pesar pelo Falecimento de Maria Fernanda Pinto

É um tempo da cidade e da cidadania; da cidade incrustada na modernidade de um urbanismo que não descura, pelo contrário, respeita o muito de envolvimento ainda rural, é certo que sem o bucolismo da lírica, mas ainda assim encantando-nos nos matizes de uma paisagem que não nos pode fugir.

É desta Marinha Grande que eu gosto! Na diversidade das suas realidades… também das suas virtualidades, no que este conceito engloba de capacidades para ir mais além.
     (Maria Fernanda Pinto, Jornal da Marinha Grande, 2005)

A Câmara Municipal da Marinha Grande, reunida extraordinariamente neste dia, tendo tomado conhecimento do falecimento da Professora Fernanda Pinto faz conhecer publicamente o seu profundo e sincero pesar pel0 desaparecimento desta insigne Munícipe que, além de Pedagoga e Educadora de sucessivas gerações, nomeadamente, na Freguesia de Vieira de Leiria, foi ainda a Primeira Mulher eleita para exercer um cargo autárquico no Município, como Vereadora da Câmara Municipal, em 1982.

Maria Fernanda Pinto esteve assim à frente do seu tempo, quando as Mulheres não tinham ainda o devido reconhecimento na Sociedade, nomeadamente na Política, assumindo com coragem uma candidatura em defesa dos ideais de Abril, da Liberdade, da Democracia e igualmente da emancipação das Mulheres e da Igualdade de Género.

A Câmara Municipal associa-se ao luto da sua Família, dos seus amigos e da Freguesia de Vieira de Leiria, convicta de que o seu exemplo perdurará na Memória coletiva de todos e de que o seu ativismo social e político será sempre um exemplo presente, particularmente, naqueles que hoje dão continuidade ao legado daqueles que construíram o Portugal livre e democrático, entre os quais figura a Professora Maria Fernanda Pinto como uma das principais obreiras no nosso Concelho.

A Câmara Municipal, ciente da sua singular relevância política e social na história recente do concelho, aprovará oportunamente a atribuição do nome da Professora Maria Fernanda Pinto a um espaço público, digno e que dignifique a sua Memória, na Freguesia de Vieira de Leiria.

Este voto é aprovado por UNANIMIDADE sendo dirigido à Família e à Junta de Freguesia de Vieira de Leiria.

Voto de Pesar pelo falecimento de Jorge Sampaio

A Câmara Municipal da Marinha Grande, reunida extraordinariamente nesta data, decorrendo ainda o Luto Nacional, decretado pelo Governo e promulgado pelo Presidente da República, pelo falecimento de Jorge Sampaio, Presidente da República entre 1996 e 2006, manifesta o seu sincero pesar pelo seu desaparecimento.

A Câmara Municipal presta a sua homenagem ao Homem que foi Cidadão, Político, Autarca e mais alto Magistrado da Nação.

A Câmara Municipal presta a sua homenagem ao Defensor da Liberdade, quando ela não era ainda um direito adquirido por muitos em Portugal, quando liderou a revolta estudantil universitária em Lisboa e quando no exercício da advocacia defendeu nos tribunais diversos presos políticos;

A Câmara Municipal presta a sua homenagem ao governante e autarca, tendo presidido à Câmara Municipal de Lisboa, para a qual foi eleito em dois mandatos consecutivos, e onde promoveu o diálogo e a concertação social e política;

A Câmara Municipal presta a sua homenagem ao Presidente da República que exerceu a sua Magistratura sob o lema «Um por todos e todos por um» e convicto de que «não há portugueses dispensáveis».

A Câmara Municipal presta a sua homenagem ao Cidadão que, mesmo quando a idade recomendava algum distanciamento, nunca deixou de se empenhar na defesa dos Princípios e das Causas sociais tendo presente que «a solidariedade não é uma opção» é um dever ético e moral, e assim foi nos últimos anos e até ao último dia o porta-voz em Portugal e na Comunidade Internacional dos Refugiados e dos Migrantes, em especial daqueles que menos oportunidades têm para reconstruir a sua vida.

À sua Esposa, Filhos, Irmão e demais Família e Amigos,

À Presidência da República, que serviu,

Ao Partido Socialista, que militou e liderou,

A Câmara Municipal da Marinha Grande endereça a suas sentidas condolências.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.