Edição: 252

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/11/27

11 dias, 161 atividades e 175 autores e escritores

FOLIO - Festival Literário Internacional de Óbidos regressa em outubro em regime presencial

FOLIO 2019 (Foto: Verónica Paulo)

O FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos volta a realizar-se entre os dias 14 e 24 de Outubro, numa edição que terá como tema “O outro”. O evento regressa a Óbidos numa vertente presencial.

O FOLIO 2021 seguirá a mesma filosofia de anos anteriores, dividido por várias áreas temáticas, com os seguintes curadores:

– FOLIO Autores – Ana Sousa Dias e Pedro Sousa
– FOLIO Educa – Ana Sofia Godinho
– FOLIO Ilustra – Mafalda Milhões
– FOLIA – programação a cargo da Fundação Inatel
– FOLIO Mais – José Pinho
– FOLIO BD – Pedro Moura
– FOLIO Boémia – Maria Salvador e Catarina Machado

Serão 16 mesas e debates no FOLIO Autores, 35 iniciativas no FOLIO Educa, 75 atividades do FOLIO Mais, Banda Desenhada e FOLIO Ilustra, 23 concertos, 12 exposições. Ao todo, 161 atividades ao longo de 11 dias e 175 autores e escritores presentes no FOLIO – Festival Literário Internacional de Óbidos 2021.

Um das marcas deste evento é sua internacionalização, bem como a sua afirmação de evento literário com cariz internacional. Só na vertente do FOLIO Autores, 30 por cento do programa é composto por convidados estrangeiros que se deslocam a Portugal especialmente para o evento. O FOLIO Educa e o FOLIO Mais também receberão convidados oradores de países como o Brasil, Bélgica, Turquia, Itália, Espanha, entre outros.

Em termos de novidades, será lançada, este ano, a primeira edição do Prémio Literário Fernando Leite Couto, que tem como objetivo promover jovens escritores jovens escritores moçambicanos.

O Prémio Literário Fernando Leite Couto é uma parceria entre a fundação com o mesmo nome (criada pelo pai do escritor Mia Couto, em Maputo), a Câmara de Comércio Portugal Moçambique e a Câmara Municipal de Óbidos.

O FOLIO 2021 contará igualmente com uma nova área de programação ligada à banda desenhada. Haverá uma exposição e workshops ao longo da semana para públicos com mais de 12 anos de idade.

Relativamente à linha de Programação FOLIO Ilustra, irá celebrar a obra de José Aurélio e os 50 anos da Galeria Ogiva, em Óbidos.

Haverá ainda o evento Óbidos Living Streets a decorrer em simultâneo ao FOLIO. A Porta da Vila transforma-se num local vivo, com vida e cujo conceito será ligado à sustentabilidade, ao ambiente, à criação de uma zona pedonal e um mercado de frutas, flores e livros, atividades de educação ambiental para crianças e animação musical.

Com objetivo de tornar o evento mais inclusivo, em parceria com a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, vai ser criado um folheto em braille.

O evento decorre por todo o centro histórico da Vila de Óbidos. Haverá uma tenda montada na Praça de Santa Maria, que será o palco principal e onde decorre a maior parte das sessões. Existirá ainda uma segunda tenda na Cerca do Castelo, onde se realizarão todos os concertos da Folia. Os Museus e Galerias e Casa da Música e livrarias serão novamente palco de algumas das atividades do festival.

Recorde-se que o FOLIO teve a sua primeira edição em 2015 e passou a ser um evento estratégico, quer no contexto nacional, quer no território de Óbidos.

Oferecendo um programa que incluirá lançamentos de livros, debates, mesas redondas, entrevistas, sessões de autógrafos e conversas, entre escritores e leitores, o FOLIO pretende voltar a trazer à vila aquele dinamismo cultural e turístico que tanto a caracteriza.

Programa já disponível em obidos.pt ou foliofestival.com.

Fonte: GCD|CMO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.