Edição: 251

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/10/27

CODU está a reencaminhar doentes críticos para outras unidades hospitalares

Centro Hospitalar do Oeste desmente fecho da Urgência de Torres Vedras por falta de médicos

Urgência Geral da Unidade de Torres Vedras do Centro Hospitalar do Oeste

O Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste informou esta terça-feira, dia 21 de setembro, que a Urgência Geral da Unidade de Torres Vedras tem estado muito congestionada nos últimos dias, devido à elevada afluência de doentes.

Por este motivo, foi solicitado às 21h de segunda-feira, ao Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), o reencaminhamento de doentes críticos para outras unidades hospitalares, de acordo com a situação clínica. Este procedimento  salvaguarda o atendimento com celeridade de doentes com situação clínica complexa ou exigente, assegurando que são encaminhados para uma unidade hospitalar com maior capacidade de resposta, numa fase em que as equipas da Urgência Geral da Unidade de Torres Vedras estão sobrecarregadas com os doentes já admitidos.

Não corresponde à verdade que a Urgência Geral da Unidade de Torres Vedras se encontra encerrada por falta de médicos, conforme noticiado. No dia de segunda-feira, as equipas médicas de todas as especialidades presentes na Urgência estão completas, cumprindo as dotações previstas pela Ordem dos Médicos.

Não corresponde igualmente à verdade que os doentes que se deslocam pelo seu pé não são admitidos. Todos os doentes que se desloquem diretamente à urgência são admitidos e atendidos. Reitera-se  que as urgências não estão encerradas, mas apenas bloqueadas para o CODU/INEM.

Note-se que o movimento na Urgência Geral, desde junho, tem sido idêntico ao registado no período pré-pandemia, agravado em 2021 pela existência das Áreas de Atendimento Respiratório (ADR) para o COVID, que têm registado de igual modo elevada procura.

Apela-se aos utentes que utilizem as urgências hospitalares apenas em  situações realmente urgentes. Recorda-se que, salvo situações emergentes, antes da vinda à urgência devem contatar a Linha SNS 24 – 808 24 24 24, que disponibiliza aconselhamento e encaminhamento em situação de doença. Prevê-se que a situação seja estabilizada a breve trecho.

O Centro Hospitalar do Oeste assegura que tem envidado todos os esforços e continuará a adotar as medidas necessárias para dar a melhor resposta na prestação de cuidados de saúde à população.

    Fonte: GC|CHO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.