Edição: 251

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/10/27

Artigo patrocinado

Preços do Imobiliário sobem em Leiria

O setor do imobiliário nacional não para de surpreender. Até finais de 2019 e impulsionado por uma desmedida procura turística, alguns dos mais procurados distritos do país registaram ritmos de crescimento nunca antes observados.

Seguimos para 2020 e instalou-se um dos anos mais atípicos da nossa existência. Foi precisamente no final do primeiro trimestre do ano que as perspetivas para todos os setores de atividade se tornaram bastante pessimistas.

Em maior ou menor medida, nenhum de nós saiu inalterado daquela que julgamos ter sido a pior fase da pandemia. Entre os milhões de empregos e vidas destruídas a nível mundial, surgiu também a oportunidade para redefinir abordagens.

Leiria Cresce e Impressiona

O mais recente barómetro do imobiliário partilhado pelo portal de referência Imovirtual dá conta de uma subida de 10,2% nos preços médios das casas em Leiria.

Estes valores, referentes a setembro de 2021, colocam agora o valor médio de compra no distrito em €246.302 e bastante acima dos €223.432 do período homólogo.

De notar também a tendência manifestamente positiva em comparação com o mês anterior, agosto de 2021, com um crescimento na ordem dos 1,8%.

Arrendamento Segue Tendência de Subida

Um crescimento significativo dos preços de venda arrasta por norma em alta o mercado de arrendamento. Neste sentido, o mesmo ocorre em Leiria onde os valores médios praticados aumentaram na ordem dos 4,5%.

Desta forma, um arrendamento custa em média €514 atualmente contra os €492 no período homólogo. Este montante é ainda superior ao registado em agosto, de €500.

Mercado Nacional a Velocidades Distintas

Por Marco Rola

Os preços médios a nível nacional situaram-se em setembro deste ano nos €370.372. Com uma ligeira subida de 1,4% em relação ao mês anterior, revelam uma estabilização generalizada dos valores praticados.

Lisboa continua a ser o distrito com os valores de venda mais elevados, atualmente com €592.960, mais 11% do que no ano passado. Faro revela idêntico registo com uma subida de 11% no espaço de um ano, atualmente nos €493.860.

O terceiro posto dos distritos mais dispendiosos é tomado pela Região Autónoma da Madeira, com €371.970, uns impressionantes 18% acima dos valores transacionados em setembro de 2020.

Também o Porto regista uma excelente recuperação, na ordem dos 7,8% no espaço de um ano, atualmente com um valor médio de venda de €329.074.

A compra de casa em Leiria pode assim ser considerada como o melhor de dois mundos, onde o distrito do Oeste de Portugal continua a oferecer excelentes índices de qualidade de vida, ainda distante dos valores de Lisboa ou Porto.

Estes indicadores aparentam indiciar que a retoma no que respeita ao mercado imobiliário já está em marcha. Ainda que estejamos perante o final das moratórias de crédito, os mecanismos em lugar poderão ter evitado males piores.

Afinal, seria difícil até para as melhores previsões verificarem registos de crescimento na ordem dos dois dígitos nos principais distritos de Portugal ainda no decorrer de 2021. Estes revelam um otimismo que se estende assim a praticamente todo o país, sendo que Leiria não é nesta equação, de todo uma exceção.

 

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.