Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/26

Depois das críticas dos deputados do PSD

Deputados do PS eleitos pelo Distrito de Leiria cerram fileiras em defesa de António Sales

António Sales com o primeiro-ministro António Costa no Hospital de Santo André

Os deputados do PS eleitos pelo Distrito de Leiria divulgaram esta quinta-feira, dia 21 de outubro, uma carta aberta de resposta à carta aberta dos deputados do PSD eleitos por Leiria.

Para Elza Pais, Sara Velez, Joel Bouça Gomes e Jorge Gabriel Martins, “o momento excecional e exigente que vivemos em Portugal e no Mundo exige de todos os cidadãos um sentido de responsabilidade e compromisso a que ninguém deve ser alheio. Muito menos os deputados/as democraticamente eleitos. A estes pede-se que estejam à altura do que o país clama e merece.”

Segundo os parlamentares socialistas, “é lamentável que, depois do SNS ter dado prova da sua vitalidade durante o combate à Pandemia e de procurar continuadamente soluções para continuar a robustecê-lo, haja quem esteja sempre a tentar, por motivos politicamente oportunistas, denegrir um serviço que esteve à altura dos mais recentes e brutais desafios com que a saúde foi confrontada.

Os quatro deputados garantem que “o PS estará sempre do outro lado, do lado do SNS, que ergueu, e para o qual continua a trabalhar e a defender intransigentemente” e que “não há nenhum desnorte no Centro Hospitalar de Leiria, há profissionais empenhados em prestar os melhores cuidados de saúde às populações.”

Os deputados do PS eleitos pelo Distrito de Leiria referem que “o Centro Hospitalar de Leiria tem hoje mais 400 profissionais de saúde do que em 2015, quando governava o PSD. É um reforço de 22%, que abrange todas as categorias profissionais: mais 266 médicos, dos quais 64 especialistas, mais 189 enfermeiros e mais 58 Assistentes Operacionais foram os Governos do Partido Socialista que os contrataram” e garantem que irão continuar esse caminho de reforço.

Além disso, “temos a sorte de ter como secretário de Estado Adjunto e da Saúde o leiriense António Lacerda Sales, um profissional de saúde que que tem estado sempre na linha da frente do combate à pandemia, e que tem sido o interlocutor do Ministério da Saúde junto das Ordens e Sindicatos, com quem nunca deixou de procurar um diálogo e soluções para as dificuldades”, sublinham Elza Pais, Sara Velez, Joel Bouça Gomes e Jorge Gabriel Martins.

Segundo os parlamentares socialistas, “o reconhecimento do seu trabalho pelos portugueses em geral é notório. E pelos leirienses, em particular, também, como se viu nas últimas eleições autárquicas em que foi eleito presidente da Assembleia Municipal de Leiria, de forma inequívoca, o que orgulha e engradece a nossa região e o Partido Socialista.”

Os quatro deputados manifestam a sua confiança de que António Lacerda Sales “certamente não deixará de continuar a cumprir as funções que lhe foram confiadas sem as confundir como, de forma vil, os signatários da lamentável carta aberta, a que ora respondemos, quiseram fazer” e contrapõem que “felizmente, a melhor resposta foi-lhe dada pelos eleitores no passado dia 26 de setembro”, nas eleições autárquicas.

Walter Chicharro manifesta “profunda indignação com as acusações que os eleitos pelo PSD no círculo eleitoral de Leiria dirigiram ao Secretário de Estado Adjunto e da Saúde”

Também Walter Chicharro, em nome da Federação Distrital de Leiria do Partido Socialista, veio expressar a sua “profunda indignação para com as acusações que os deputados à Assembleia da República eleitos pelo PSD no círculo eleitoral de Leiria dirigiram ao Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, o médico Leiriense, António Lacerda Sales. É para mim absolutamente inconcebível que os deputados em causa tenham achado aceitável usar o momento delicado (de que ainda não saímos) como arma política de arremesso.”

O presidente da Federação Distrital de Leiria do Partido Socialista assegura que “a marca do trabalho do médico leiriense António Lacerda Sales na política de saúde do país e no combate à pandemia é tão notória e positiva que nem é necessário argumentar em sua defesa. O distrito de Leiria, assim como o país inteiro, testemunhou em primeira mão e estará certamente agradecido ao nosso secretário de estado adjunto e da saúde por nos ter acompanhado dia e noite neste que ainda é o maior combate coletivo das nossas vidas.”

“Estou certo que não serão estas infelizes, abjetas e, acima de tudo, injustas acusações dos deputados do PSD que farão o médico leiriense António Lacerda Sales desviar-se do seu caminho”, conclui Walter Chicharro.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.