Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/19

Pedro Pimpão quer concelho “mais verde e sustentável; mais digital e inovador; e mais atrativo ao investimento económico e à fixação de pessoas”.

Presidente de Câmara quer colocar Pombal no mapa e projetar o concelho em termos nacionais

Pedro Pimpão

O presidente da Câmara Municipal de Pombal, Pedro Pimpão, quer “colocar Pombal no mapa pela positiva e projetar o concelho em termos nacionais, nos diversos indicadores”. No seu discurso de tomada de posse, que se realizou no domingo, 17 de outubro, o autarca garantiu que irá “liderar uma nova ambição, com base na definição de uma agenda de desenvolvimento para a próxima década”.

O ex-deputado do PSD e ex-presidente da Junta de Freguesia de Pombal defende uma agenda assente em três pilares: “Tornar Pombal cada vez mais verde e sustentável; mais digital e inovador; e mais atrativo ao investimento económico e à fixação de pessoas”.

“Queremos mais empresas, mais emprego, mais habitação, mais espaços verdes, para que os pombalenses que aqui vivem tenham melhor qualidade de vida”, referiu, vincando que “só assim podemos alcançar a nossa prioridade: fixar as novas gerações”.

Pedro Pimpão quer “uma Câmara de portas abertas a todos os pombalenses, às suas sugestões, propostas e iniciativas”. Uma Câmara Municipal que seja um fator agregador e um farol de esperança para todos os cidadãos”, adianta.

Daí que um dos compromissos da nova equipa autárquica é “envolver os cidadãos na construção desta nova ambição para Pombal, assente num modelo colaborativo de gestão autárquica onde as pessoas contem e participam”.

Paulo Mota Pinto preside à Assembleia Municipal de Pombal

No seu discurso, o presidente da Câmara Municipal de Pombal enumerou um conjunto de compromissos que pretende implementar, abrangendo várias áreas como a transição digital, os espaços verdes, a habitação, a educação, com destaque para o desenvolvimento económico, onde “Pombal tem que se assumir como o motor económico da região”.

Mas também nas áreas da intervenção social, do desporto, da saúde e do bem-estar, no turismo, no ambiente e na transição climática, entre outras.

Por outro lado, Pedro Pimpão considera que “Pombal tem que ter uma voz ativa e assumir um papel liderante na região”. Quer no âmbito na sub-região Sicó, quer também no âmbito da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria, onde Pombal quer estar “na linha da frente na defesa do reforço do investimento público e privado” na região,

Nomeadamente, na defesa de quatro pontos estratégicos:

A defesa de investimentos nas infraestruturas, na mobilidade: requalificação urgente do IC2, do IC8, EN109. Na defesa da ligação do IC2 à A1. Na requalificação da linha ferroviária do Oeste e na valorização da Linha do Norte.

Nos incentivos à transição energética e à descarbonização, que ajudem a atingir a meta da neutralidade carbónica em 2050.

Na promoção dos cuidados de saúde tão importantes para a população, tanto ao nível da defesa do reforço de meios do Centro Hospitalar de Leiria e do Hospital Distrital de Pombal, como também no fortalecimento da rede de cuidados de saúde primários.

No apoio à internacionalização das empresas, e na captação de investimento externo, aprofundando parcerias com o IAPMEI, AICEP e com o corpo diplomático.

Durante o seu discurso, o autarca aproveitou para enaltecer a eleição de Paulo Mota Pinto como presidente da Assembleia Municipal de Pombal, designadamente por duas razões: “Elevação do debate político e dignificação dos órgãos autárquicos; e pelo contributo para a afirmação de Pombal no contexto regional e nacional”.

“A verdade é que se queremos aproximar as pessoas dos seus representantes, temos que saber dar o exemplo”, disse, realçando que “temos que saber elevar o debate político e dignificar os órgãos autárquicos, pelo que a nossa motivação é só uma: trabalhar pela positiva e ter uma atitude construtiva, centrando a nossa ação nas ideias e não nos seus protagonistas”.

Referiu-se, igualmente, aos presidentes de Junta e autarcas eleitos em cada uma das 13 freguesias, deixando-lhes uma “mensagem de motivação e estímulo”, pois “serão os nossos principais aliados em cada uma das nossas freguesias”.

  PSD obtém em Pombal uma das maiorias absolutas mais expressivas do País

O PSD obteve uma das maiorias absolutas mais expressivas do País, com 61% e 5 eleitos para a Câmara Municipal, contra 21% do PS e 2 eleitos, ficando a menos de 400 votos de eleger o sexto vereador.

Para a Assembleia Municipal, o PSD também obteve maioria absoluta, elegendo 14 deputados, contra 6 do PS e 1 do OI.

Para as Juntas de Freguesia, o PSD venceu em 12 das 14 freguesias: Pombal, Carriço, Louriçal, Pelariga, Almagreira, Abiul, Vila Cã, UF de Santiago e S. Simão de Litém e Albergaria dos Doze, Vermoil, Meirinhas e Carnide. Por sua vez, o PS venceu na Freguesia da Redinha e o GRIND na União de Freguesias da Guia, Ilha e Mata Mourisca.

    Fonte: GC|CMP

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.