Edição: 253

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/12/1

Deputados do PSD questionam a ministra da Saúde

Área para Doentes Respiratórios do Hospital das Caldas da Rainha continua por abrir

Área Dedicada para Doentes Respiratórios do Serviço de Urgência (ADR-SU) da Unidade das Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste

Os cinco deputados do PSD eleitos pelo distrito de Leiria colocaram duas perguntas à ministra da Saúde, nos dias 22 e 21 de outubro, entregues na Assembleia da República, sobre a não abertura da Área Dedicada para Doentes Respiratórios do Serviço de Urgência (ADR-SU) da Unidade das Caldas da Rainha do Centro Hospitalar do Oeste e sobre o mau funcionamento da Unidade de Saúde dos Rostos, no Landal.

Os parlamentares recordam que, no dia 9 de setembro, a ministra da Saúde, em resposta a questões colocadas pelos deputados do PSD do distrito de Leiria, transmitiu que se encontra “em funcionamento desde 7 de setembro de 2021 a nova ADR- SU da unidade das Caldas da Rainha, inserida no CHO”, mas registam que “a ADR no Hospital das Caldas da Rainha se encontra encerrada, sem data de reabertura, com a consequência óbvia na ineficiência dos serviços prestados no referido hospital.”

Quanto à criação ao hospital de dia de diabetes para o hospital das Caldas da Rainha, e tendo a ministra da Saúde referido que se encontra em fase de revisão técnica, Hugo Patrício Oliveira, Margarida Balseiro Lopes, Pedro Roque, Olga Silvestre e João Gomes Marques (PSD) manifestam “uma preocupação clara sobre a intenção da sua concretização.”

Atendendo ao exposto, os parlamentares do PSD questionam a ministra da Saúde por quanto tempo permanecerá encerrada a ADR no Hospital das Caldas da Rainha e, relativamente ao hospital de dia de diabetes, se assume se o referido serviço vai ou não ser implementado.

 

Unidade de Saúde dos Rostos continua a não servir os utentes

No dia 1 de Junho, os deputados do PSD do distrito de Leiria do questionaram também a ministra da Saúde sobre o mau funcionamento da Unidade de Saúde dos Rostos, na freguesia do Landal, concelho das Caldas da Rainha e reiteram que durante os últimos anos, esta unidade de saúde tem vindo a perder várias valências. Os parlamentares recordam que esta perda de valências obriga a deslocações a outras unidades de saúde, nomeadamente à sede de concelho e que “são precisamente os mais vulneráveis, os que têm dificuldade de mobilidade que, “no fim do dia”, sofrem com esta falta de serviços prestados.”

Além disso, lembram que Marta Temido informou que o “… ACES Oeste Norte, está a envidar esforços no sentido de assegurar o normal funcionamento da Unidade de saúde de Rostos…. , assegurando a realização de consultas em dois dias da semana.” Ora, contrapõem, “esses esforços foram aparentemente inglórios, visto que a unidade em causa continua a não corresponder às expetativas da população e às necessidades prementes dos utentes”, “sendo incompreensível que se mantenha esta situação”, esperando uma resposta atempada às questões formuladas.

Atendendo ao exposto, os cinco deputados do Grupo Parlamentar do PSD, questionam a ministra da Saúde se vai diligenciar no sentido de serem repostas as valências perdidas na Unidade de Saúde dos Rostos no Landal, se vão ser assegurados os cuidados de saúde aos 472 utentes desta unidade no local e se vão ser contratados recursos humanos que permitam o seu normal funcionamento.

Hugo Patrício Oliveira, Margarida Balseiro Lopes, Pedro Roque, Olga Silvestre e João Gomes Marques querem ainda saber se Marta Temido “assume que os utentes desta unidade de saúde continuam a ser prejudicados, ou vai intervir para repor a normalidade.”

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.