Edição: 253

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/12/1

Quatro distinções para o território candidato a Capital Europeia da Cultura

Prémios APOM 2021 distinguem “Museu na Aldeia”, projeto "O visível do invisível", Rede Cultura 2027 e m|i|mo

Sessão do Museu na Aldeia, no Cercal, Cadaval

Os Prémios APOM 2021, atribuídos pela Associação portuguesa de Museologia, distinguiram o “Museu na Aldeia” – um projeto SAMP apoiado pelo programa Portugal Inovação Social, e desenvolvido no âmbito da Rede Cultura 2027 – como vencedor na categoria “Inovação e Criatividade” e com uma menção honrosa na categoria “Projeto de Educação e Mediação Cultural”. Já o prémio desta segunda categoria foi colhido pelo projeto “O visível do invisível” do município de Torres Novas, parte do território de 26 municípios que se juntam pela cultura.

Além deste projeto, que leva peças de museu até a aldeias com população envelhecida e com menor oferta cultural, também a exposição “Identidade Territorial”, construída em parceria entre a Rede Cultura 2027 e o museu m|i|mo – Museu da Imagem em Movimento (Leiria), valeu às duas organizações o Prémio APOM-Parcerias.

“Estas condecorações são a prova de um caminho cultural feito em cooperação e constante articulação entre autarquias, instituições culturais e o povo da região, porque é para a frente o nosso caminho comum”, adianta Paulo Lameiro, coordenador do Grupo Executivo da Rede Cultura.

A Rede Cultura 2027 tem Leiria como ponto de partida, mas agrega 25 outros concelhos que tecem uma malha diversificada e que totaliza quase 6.000 km2 de extensão e distância superior a 170 km entre os seus extremos.

     Fonte: Rede Cultura 2027

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.