Edição: 253

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/12/1

Em causa estarão militares envolvidos em missões na República Centro Africana

Operação da PJ contra contrabando de diamantes e ouro e tráfico de droga passa pelo Entroncamento

No âmbito de um inquérito dirigido pelo DIAP de Lisboa – 10ª Secção, a Polícia Judiciária procedeu, esta segunda-feira, dia 8 de novembro, através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção, e com o apoio de várias Unidades da Policia Judiciária e da Autoridade Tributária, juntamente com o Juiz de Instrução Criminal e Magistrados do Ministério Público, à execução de 100 mandados de busca, 95 buscas domiciliárias e cinco buscas não domiciliárias, visando a recolha de prova relacionada com as práticas criminosas, sob investigação, bem como ao cumprimento de 10  mandados de detenção emitidos pelo DIAP.

A ação desenvolveu-se na região de Lisboa, Funchal, Bragança, Porto de Mós, Entroncamento, Setúbal, Beja e Faro, contando com a participação de cerca de 320 inspetores e peritos da Polícia Judiciária.

Está em investigação uma rede criminosa, com ligações internacionais, que se dedica a obter proveitos ilícitos através de contrabando de diamantes e ouro, tráfico de estupefacientes, contrafação e passagem de moeda falsa, acessos ilegítimos e burlas informáticas, tendo por objetivo o branqueamento de capitais.

As investigações prosseguem.

  Fonte: GIC|PJ

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.