Edição: 252

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/11/27

Tráfico ocorria em Alcanena, Torres Novas, Porto de Mós, Golegã e Barquinha

GNR detém três homens por tráfico de mais de 4400 doses de estupefacientes no concelho de Alcanena

Material apreendido pela GNR

O Comando Territorial de Santarém da GNR, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Torres Novas, no dia 10 de novembro, deteve três homens, com idades compreendidas entre os 19 e 32 anos, por tráfico de mais de 4400 doses de estupefacientes, no concelho de Alcanena.

No seguimento de uma investigação que decorria há cerca de 1 ano, foi possível apurar-se que os homens procediam ao tráfico de produto estupefaciente nos concelhos de Alcanena, Torres Novas, Porto de Mós, Golegã e Vila Nova da Barquinha.

Na sequência da investigação foram detidos em flagrante os três homens pelo crime de tráfico de estupefacientes, tendo sido dado cumprimento a oito mandados de busca, três domiciliárias, três em veículos, uma em loja e uma em garagem, culminando na apreensão do seguinte material: 4404 doses de haxixe, 36 doses de liamba, quatro balanças de precisão, quatro telemóveis, um veículo de alta cilindrada, uma munição de calibre 7.62 mm, uma munição de calibre 6.35 mm, uma arma branca, um computador portátil e 530 euros em numerário.

Os detidos, já com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de ilícitos, foram constituído arguidos, e os factos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Santarém, tendo sido aplicadas as seguintes medidas de coação: prisão preventiva a um dos arguidos, apresentações periódicas no posto policial da área de residência a um dos arguido, termo de identidade e residência a um dos arguidos e proibição de contactos entre si para todos os arguidos.

A ação contou com o reforço do Grupo de Intervenção de Operações Especiais (GIOE) da Unidade de Intervenção (UI), da Secção Cinotécnica de Santarém, do Núcleo de Apoio Técnico (NAT) de Santarém, dos Núcleos de Investigação Criminal (NIC) de Abrantes e Santarém e dos Postos Territoriais do Destacamento Territorial de Torres Novas.

     Fonte: CTS|GNR

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.