Edição: 253

Diretor: Mário Lopes

Data: 2021/12/1

Alcobaça

Sindicato Vidreiro acusa empresa Vista Alegre Atlantis de impedir a sua entrada nas instalações da fábrica

Reunião sindical teve lugar à entrada das instalações da Atlantis

O Sindicato Vidreiro denunciou, no dia 19 de novembro, que a empresa Vista Alegre Atlantis, no Casal da Areia, no concelho de Alcobaça, impediu a entrada de dois dirigentes seus para reunirem com a Comissão Sindical da fábrica. Tal situação originou de imediato uma queixa à Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT) por violação da atividade sindical na empresa e a reunião realizou-se à porta da fábrica com denúncia pública da situação.

A “justificação” inicial da empresa foi a de “que por motivos ligados ao agravamento da atual crise pandémico, não tem sido permitida a entrada/presença de pessoas exteriores à unidade industrial. Assim não seró possível realizar, nas instalações do Casal da Areia, a reunião pretendida.”

Ao que o Sindicato Vidreiro respondeu que “inexistindo fundamentação legal”, o Sindicato iria manter a reunião, cumprindo, como sempre, todas as regras sanitárias. A empresa manteve a proibição, o que constitui uma gravíssima violação do direito ao exercício de atividade sindical na empresa nos termos consagrados na lei e na Constituição da República Portuguesa. Nesse sentido foi requerida a intervenção da ACT para reposição da legalidade (atual e futura) e sancionamento da conduta adotada em violação da atividade sindical na empresa.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.