Edição: 254

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/1/23

Apresentado pela cabeça de lista Heloísa Apolónia

CDU apresenta compromisso eleitoral para o distrito de Leiria

Heloísa Apolónia

A CDU apresentou no dia 18 de Dezembro, no Sport Operário Marinhense, Marinha Grande, o seu compromisso eleitoral para as legislativas de 30 de janeiro de 2022. Valorizar o trabalho e os trabalhadores, lutar pelos direitos sociais e melhores condições de vida; exigir mais transportes públicos e melhores infraestruturas; apostar em políticas agrícolas e ambientais para obter um maior desenvolvimento económico e melhor qualidade de vida, bem como revitalizar economicamente e demograficamente o interior do Norte do distrito, são algumas das medidas apresentadas no compromisso eleitoral.

O compromisso eleitoral foi apresentado pela cabeça de lista Heloísa Apolónia, perante dezenas de candidatos e apoiantes da CDU. Marcaram ainda presença na iniciativa os candidatos João Norte e Alexandra Dengucho, a mandatária distrital da CDU, Ana Rita Carvalhais e o membro da Comissão Política do Comité Central do PCP, Ângelo Alves.

O compromisso eleitoral da CDU divide-se em oito grandes vetores: a valorização do trabalho e dos trabalhadores; a luta pelos direitos sociais e condições de via; a valorização do ambiente, floresta, património e recursos naturais; a melhoria dos transportes públicos, comunicações e rede viária; a aposta no desenvolvimento económico; a aposta na ciência, investigação e desenvolvimento tecnológico; a revitalização económica e a recuperação demográfica do Pinhal Interior Norte do distrito e a aposta na cultura e património.

Candidata elencou as soluções da CDU para o Distrito

Heloísa Apolónia salientou algumas das principais propostas da CDU, onde se destaca o aumento do poder de compra e das condições de vida dos trabalhadores, com o aumento dos salários e do salário mínimo, das pensões e a defesa de direitos laborais e sociais; o investimento nos direitos à educação, habitação, igualdade e saúde, onde a cabeça de lista realçou a exigência da construção de um novo Hospital na Região Oeste e a proposta da Criação de uma Universidade Pública em Leiria.

Segundo a cabeça de lista da CDU, olhando para o distrito de Leiria “percebe-se claramente que existe uma assimetria territorial muito grande, uma discrepância muito grande no que concerne à administração do território, com zonas absolutamente esquecidas, designadamente o interior Norte. A procura de uma coesão territorial é absolutamente fundamental e para isso é preciso olhar à diversidade das atividades económicas e não descriminar atividades que podem ter um grande potencial nessas zonas, designadamente ao nível da agricultura”.

Por isso, salienta, “nós temos muitas propostas ao nível da agricultura biológica, da agricultura familiar, que precisamos de incentivar até por razões ecológicas, porque produzir local e consumir local é um contributo inestimável para a redução da nossa pegada ecológica”, acrescentando que “por razões económicas, de coesão territorial, sociais e ambientais é absolutamente determinante diversificar e intensificar determinadas atividades económicas”.

Por outro lado, não “podemos deixar esses territórios isolados, designadamente, quanto à necessidade de serviços públicos de saúde, de educação, de transportes, porque o transporte é um fator determinante para a coesão territorial e para servir as populações no seu direito à mobilidade”.

Heloísa Apolónia recordou que “há zonas muito mal servidas de transportes” pelo que “a CDU defende a existência de um plano integrado de mobilidade para o distrito de Leiria”, que considera fundamental para dar resposta às necessidades das populações.

A CDU defende ainda “propostas ao nível da floresta, com a necessidade de criar uma floresta mais resistente, ambientalmente melhor, que dê também respostas sociais e económicas, mas fundamentalmente precisamos de lutar pelo fim da expansão completamente abusiva das monoculturas de eucalipto”.

     Mónica Alexandre

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.