Edição: 254

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/1/23

António Raposo é o representante da CDU

CDU abstém-se na votação do Orçamento do Município de Alcobaça devido à postura dialogante do Executivo

António Raposo

Na sessão da Assembleia Municipal de Alcobaça do dia 21 de dezembro, a CDU absteve-se na votação dos dois documentos mais importantes para a governação da Câmara Municipal no ano de 2022: os Documentos Previsionais do Município de Alcobaça e os Documentos previsionais dos Serviços Municipalizados de Alcobaça – Ano de 2022

Apesar de lamentar que esta sessão da AM tenha tido uma agenda tão extensa, o que não contribuiu para uma discussão pública mais detalhada, a CDU valoriza o processo de auscultação realizado pelo executivo camarário sobre estes documentos.

António Raposo gostaria que tivesse havido mais tempo para um maior envolvimento de todos os Alcobacenses na construção de um dos mais importantes instrumentos de gestão do Município.

A decisão da CDU em se abster na votação destes documentos tem como base o facto de ter identificado um conjunto de áreas previstas que correspondem a reivindicações da CDU, como o investimento previsto na área da saúde, designadamente as construções / recuperações dos centros de saúde, na área da educação e do desporto, na requalificação urbana e na recuperação e valorização do património, com a construção do Museu das Máquinas Falantes.

Identificaram também um conjunto de pontos fracos, para os quais apresentaram propostas concretas durante o processo de auscultação, e que foram bem recebidas, tendo o Executivo apresentado iniciativas que vão de encontro aos principais problemas que identificaram na área da habitação, onde consideram imprescindível a intervenção da Câmara Municipal de forma a haver maior oferta a preços comportáveis, na criação de um gabinete municipal com a missão de apoiar a recuperação de habitações em todo o concelho, na melhoria dos transportes públicos para todo o concelho e no reforço do apoio ao movimento associativo e às IPSS e reforço do apoio às micro, pequenas e médias empresas.

A Comissão Coordenadora da CDU ressalva que este não é o orçamento que apresentaria e que fica aquém do que Alcobaça precisa, como é visível no seu programa eleitoral. Apesar disso apresenta um conjunto de prioridades urgentes que os levou a optar pela abstenção tendo em conta os motivos acima enumerados. Daqui para a frente assegura que continuará a ser uma oposição vigilante e assertiva na defesa de um melhor concelho de Alcobaça para todos os Alcobacenses.

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.