Edição: 265

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/12/10

De 14 de fevereiro a 19 de abril

Proposta de revisão do PDM de Alcobaça inicia período de discussão pública

Paços do concelho de Alcobaça

A Câmara Municipal de Alcobaça informou, na sua reunião de 10 de janeiro de 2022, que irá efetuar a abertura do período de discussão pública da proposta de revisão do PDM – Plano Diretor Municipal. O período de consulta pública será de 45 dias úteis, ou seja de 14 de fevereiro a 19 abril de 2022, podendo os documentos serem consultados, nos dias úteis das 9h30 às 17h no espaço da Biblioteca Digital, situado no jardim do tribunal na Praça João de Deus Ramos, nas juntas de freguesia e no site do município.

Para o presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Hermínio Rodrigues, este é “um documento estratégico para o município de Alcobaça”, porque “temos muitas empresas que aguardam por esta decisão”.

O edil alcobacense classifica este momento como “um marco histórico, porque é um documento muito ansiado por todos os alcobacenses”, admitindo que “não é um documento unânime, não vai ser, porque nem todo o concelho fica urbano e a maior parte das pessoas o que quer é o seu espaço urbano e isso é impossível”.

Segundo Hermínio Rodrigues, este documento “vai ditar novas regras e acima de tudo dar resposta a muitas necessidades que nós temos e isso é fundamental. Nós temos muitas empresas, muitos jovens a querer construir no concelho e hoje não podem, mas com esta proposta vamos conseguir acima de tudo desbloquear problemas nos centros urbanos”.

O município de Alcobaça irá realizar sessões de esclarecimento à população, nas 13 freguesias, em datas a anunciar e os munícipes que pretenderem apresentar sugestões devem fazê-lo através do e-mail: ordenamento@cm-alcobaca.pt

     Mónica Alexandre

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Diamantino Bernardes

Boa Tarde Moro em Bemposta onde tenho um terreno praticamente dentro de Alcobaça, a cento e cinquenta metros do Continente,até agora era urbano e urbanizável,segundo me consta vai passar a agricula,foi dito aqui, que temos que atrair os jovens a ficar por cá, acho muito bem, porque Alcobaça presentemente é uma terra deserta,onde praticamente não circula ninguém,é uma terra morta, só falta fazer o funeral,que este PDM vem fazer. Na minha opinião há duas coisas inprescindiveis para atrair os jovens, trabalho e habitação,sem isso não podem ficar por cá, ora se precisão de habitação e não tem onde construir, só tem uma alternativa,ir construir noutro conselho ,que é o que tem acontecido aqui à nossa volta, os outros concelhos crescem, e nós ficamos estagnados,se vão passar estes terrenos a agriculas não sei onde se possa construir em alcobaçqa