Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/30

CIMRL expressa preocupações com as questões ambientais

Região de Leiria aprova orçamento para 2022 com novos projetos para dinamizar a economia

Mesa da Assembleia Intermunicipal da Região de Leiria

A Assembleia da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL) aprovou esta quinta-feira, dia 27 de janeiro, o orçamento para o ano de 2022 e as grandes opções do plano plurianuais para o horizonte dos próximos 5 anos.

Neste particular, a Região de Leiria, para a prossecução da visão designada “Região de Leiria 2030”, identificou 4 eixos estratégicos que se materializam em projetos regionais estruturantes e respetivas medidas: Eixo 1. Reforço da coesão territorial; Eixo 2. Reforço da inovação e qualificações; Eixo 3. Reforço da competitividade territorial e económica; e Eixo 4. Reforço da resiliência e da neutralidade carbónica.

Para cada um dos eixos são inscritos em plano e orçamento várias opções estruturantes, com enfoque para “os projetos relacionados com a educação, património, cultura, turismo, ambiente, saúde e formação dos agentes da administração local, promovendo o desenvolvimento do território e dinamizando parcerias com os diversos agentes regionais, respondendo assim às estratégias definidas para o desenvolvimento, inovação e coesão desta sub-região”, pode ler-se na proposta de orçamento aprovada por unanimidade dos membros da Assembleia Intermunicipal da CIM Região de Leiria.

Em termos financeiros o orçamento da CIM Região de Leiria para 2022 ascende a 6,4 milhões de euros, registando uma situação de equilíbrio orçamental com um saldo corrente positivo de 311.680,00€.

Assembleia da CIMRL

No presente ano, na execução orçamental regista-se um peso relevante no investimento em projetos como o PICIE – Plano e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar da Região de Leiria, desenvolvimento do Plano Sub-Regional de Ação (Prevenção de Fogos Rurais) e a implementação de planos e comunicação e promoção turística da região, área considerada estratégica para a recuperação económica da região de Leiria.

No que respeita a novos projetos, destacam-se, iniciativas intermunicípias como a Construção do primeiro CRO-Centros de Recolha Oficial de Animais de Companhia Intermunicipal, a localizar no Município de Castanheira de Pêra, a implementação de uma rede intermunicipal de Espaços de Coworking, com o objetivo dinamizar e fixar no território as designadas Comunidades Digitais, bem assim, em termos ambientais, o CIM prevê lançar projeto “Eco Região de Leiria”, uma inovadora resposta à obrigação legal de implementar o Sistema de Depósito e Recolha Seletiva de Embalagens em Portugal.

Recorde-se que a CIM Região de Leiria regista ainda o acompanhamento e gestão, respetivamente, de 45,7 milhões de euros no âmbito do Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial, e 12,7 milhões de euros, em medidas de apoio a pequenos projetos empresariais, verbas executadas no quadro do Programa Operacional do Centro – Centro 2020, cuja prioridade inscrita no plano agora aprovado é incrementar a celeridade de resposta aos projetos de iniciativa empresarial, como estímulo à dinamização da economia.

Com a aprovação deste documento, concretiza-se igualmente uma reestruturação orgânica dos serviços intermunicipais, antecipando os exigentes desafios de negociação do próximo quadro financeiro do Portugal 2030 e criando uma unidade específica apenas para dinamizar e apoiar as candidaturas a fundos europeus.

     Fonte: CIMRL

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.