Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

Alvos eram os colegas universitários

PJ impede estudante da Batalha de cometer ação terrorista na Universidade de Lisboa

A Polícia Judiciária, através da Unidade Nacional Contraterrorismo (UNCT), procedeu esta quinta-feira, dia 10 de fevereiro, à realização de uma operação tendente ao cumprimento de Mandados de Busca domiciliária, no âmbito de inquérito titulado pela Secção de Investigação do Crime Violento do DIAP de Lisboa. Segundo a TVI, o jovem estudante de Engenharia Informática é natural do concelho da Batalha.

A investigação foi desencadeada por suspeitas de atentado dirigido a estudantes universitários da Universidade de Lisboa.

Face à gravidade das suspeitas, foi atribuída a máxima prioridade à investigação, a qual permitiria, esta quinta-feira, às primeiras horas do dia, interromper a atividade criminosa em curso.

Na sequência das buscas realizadas, seriam apreendidos vastos elementos de prova, que confirmariam as suspeitas iniciais.

Para além de várias armas proibidas, seriam igualmente apreendidos outros artigos suscetíveis de serem usados na prática de crimes violentos, vasta documentação, isto, para além um plano escrito com os detalhes da ação criminal a desencadear.

O arguido detido em flagrante delito pela posse das referidas armas, encontra-se igualmente indiciado pela prática do crime de terrorismo.

O arguido de 18 anos de idade, será presente esta sexta-feira a primeiro interrogatório judicial de arguido detido para sujeição à medida de coação tida por adequada.

 Fonte: PJ

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.