Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/19

Projeto turístico “5 sentidos”

Roteiro literário em Castanheira de Pera, Pombal e Sertã promove identidade dos territórios

Cartaz

Inserido no projeto turístico “5 sentidos”, Afonso Cruz, Álvaro Laborinho Lúcio e Maria do Rosário Pedreira são alguns dos escritores envolvidos no projeto de promoção turística através da literatura e história dos municípios. Concluída a fase exploratória, os autores juntam-se para a criação de um roteiro literário em forma de mapa de narrativas livres, onde cada um oferece a sua identidade ao território. A ideia é construir um livro cujas histórias têm como premissa as estátuas edificadas nos três municípios e o lançamento está para breve.

O escrito convida a uma viagem “guiada pela curiosidade, que confunde a ficção e o real levando os autores a transportarem-se pelos territórios, através do exercício da escrita”, revela a curadora do roteiro, Mafalda Milhões.

Os escritores deslocaram-se recentemente ao concelho que lhes foi atribuído, dos três envolvidos, para conviver com a realidade no terreno. Durante um dia por município observaram e aprenderam sobre a história da estatuária e espaço envolvente. Depois, voltaram ao seu espaço de criação para construir a obra, cuja publicação está para breve.

Num primeiro momento, o livro insere-se na rota ‘Olhares e Contares do Lado de Lá’, que faz parte do projeto comum aos três municípios – o roteiro ‘5 Sentidos’. Este, por sua vez, prevê um conjunto de eventos e experiências de estímulo à perceção sensorial cujo objetivo principal é levar as comunidades locais e turísticas a visitar e permanecer nos espaços.

Tem ainda como propósito promover o património cultural por forma aumentar a atratividade da região e a sua dinamização económica, tendo em vista a diminuição de assimetrias e reforço da coesão territorial.

“Esta rota evidencia a importância da pluralidade de expressões artísticas e valoriza uma arte que conjuga capacidades física, mental e artística, dando vida e levando os visitantes a percorrer um roteiro poético e emocional, criado pelos escritores e ilustradores que nos contam as histórias do lado do lá”, assegura a curadora.

Escritores

Castanheira de Pera recebeu os autores Miguel Manso, Miguel Real, Paulo Moreiras e Pedro Seromenho. Já Afonso Cruz, Cristina Drios e Cristina Taquelim estiveram presentes em Pombal, enquanto David Machado, Renato Filipe Cardoso e Rosário Pedreira se deslocaram à Sertã. E, ainda, Álvaro Laborinho Lúcio que fará a ponte e combinação entre os textos e territórios.

Segundo a curadora “este foi um projeto em que os autores se desafiaram mutuamente e alguns até arriscaram fora dos seus géneros literários habituais.”

Coesão Territorial e Expressão Artística

A obra foi pensada como forma de convite “a estar, ser e sentir os territórios encarando esta trilogia como território único. A visita e permanência nos três territórios revela-se completa para quem se põe a caminho desta experiência”, refere Mafalda Milhões.

Após a publicação do livro será também publicado um roteiro de ilustrações baseadas não só nas estátuas, mas também nas narrativas literárias que cada um dos autores escolheu contar. Aos escritores foi dada carta branca para escolher sobre as estátuas a constar na sua obra, bem como o género literário a abordar.

    Fonte: ADBD|Comunicare

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.