Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/19

Em articulação com a “Associação Refugees UAPT”

Município de Azambuja acolhe 140 refugiados vindos da Ucrânia

Cartaz

O Município de Azambuja está a acolher, desde 10 de março, 140 refugiados vindos da Ucrânia, como resposta de emergência ao apelo lançado pela “Refugees UAPT”, uma associação que está a trabalhar em articulação com o Governo Português e com a Embaixada da Ucrânia. Estes habitantes ucranianos serão alojados, temporariamente, na Casa da Juventude, em Azambuja, e no Pavilhão Desportivo de Vale do Paraíso.

A operação de receção aos refugiados tem o apoio do Serviço Municipal de Proteção Civil, da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Azambuja, da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alcoentre e da Delegação de Aveiras de Cima da Cruz Vermelha Portuguesa.

A Autarquia agradece, desde já, a onda de solidariedade que se está a desenvolver e apela à população e às empresas da região, que tenham essa possibilidade, que continuem a colaborar. Os bens mais necessários são lençóis, cobertores, almofadas, toalhas e artigos para bebé e criança. Entretanto, após a chegada dos refugiados, será atualizado o levantamento de todas as necessidades.

Quem tiver artigos para doar deverá fazer a sua entrega no Pavilhão EPAC, localizado à entrada de Azambuja – em frente ao Intermaché, diariamente até às 17h30. Para mais informações, ou quem não tiver transporte para os bens que quer doar, deverá contactar o Serviço de Ação Social Municipal, através do 263 400 491 ou asocial@cm-azambuja.pt.

Na montagem da estrutura de acolhimento, uma justa referência ao grande contributo da empresa Elite Mobiliário, sedeada em Lisboa, que avançou com uma doação de diversos artigos, sinalizados de alta necessidade, como almofadas, colchões, tapetes e berços de bebé, material que já se encontra instalado.

       Fonte: GC| CMA

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.