Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/26

Investimento de cerca de 1 milhão de euros

Município de Ourém inaugura a requalificação do Jardim Municipal Le Plessis-Trévise

João Moura, Luís Miguel Albuquerque, Didier Dousset e Isabel Damasceno

O Jardim Municipal Le Plessis-Trévise reabriu, no dia 20 de março, ao público, após a cerimónia oficial de inauguração da requalificação deste espaço nobre e central da Cidade de Ourém.

Perante largas dezenas de oureenses, demais convidados e ilustres visitantes, e com a Fanfarra da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ourém e elementos da Ourearte – Escola de Música e Artes de Ourém a abrilhantarem o momento, o presidente da Câmara Municipal, Luís Miguel Albuquerque, descerrou a placa alusiva à efeméride, na companhia de Didier Dousset, presidente da Câmara de Le Plessis-Trévise, João Moura, presidente da Assembleia Municipal de Ourém, e Isabel Damasceno, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento da Região do Centro (CCDRC).

O Jardim Municipal foi alvo de uma intervenção de fundo que revolucionou por completo a sua imagem e o seu próprio contributo para a cidade. Moderno, amplo e dotado de novas zonas de lazer e convívio, além de um parque infantil, o espaço promete voltar a ser uma zona de referência tanto para os oureenses como para os milhares de visitantes que anualmente passam pela cidade-sede do Concelho.

Elogios na cerimónia solene

Após a cerimónia de inauguração, autarcas e demais convidados participaram numa sessão solene, durante a qual Isabel Damasceno, João Moura e Luís Albuquerque tiveram a oportunidade de tomar a palavra para assinalar “um dia histórico para a Cidade de Ourém”.

“É com enorme satisfação que volto a esta cidade para participar em mais uma inauguração resultante de um projeto em comum entre o Município de Ourém e a CCDR do Centro. Ourém tem uma das câmaras municipais que melhor sabem fazer uso dos dinheiros públicos e dos financiamentos europeus”, elogiou Isabel Damasceno.

João Moura também abordou a questão dos fundos europeus, mas para lembrar que” Ourém e Portugal têm sabido aproveitar estes incentivos para desenvolver as suas comunidades e criar melhores condições de vida às famílias, ao contrário de outros países, que aproveitaram para utilizar dinheiros públicos para reforçar o respetivo armamento e poder militar, com efeitos práticos como os que marcam a atualidade”.

Homenagem às vítimas da Guerra na Ucrânia

A invasão da Ucrânia não passou despercebida perante a solenidade do momento. Pelo contrário, marcou a agenda e levou a maioria dos participantes e convidados a envergar as cores da bandeira ucraniana na lapela, num sinal claro de reprovação perante a ofensiva russa.

Mais leve, mas igualmente marcante, Didier Dousset surpreendeu discursando… em português. Convidado de honra, o presidente de Le Plessis-Trévise, assinalou os 30 anos de geminação entre as duas cidades e recordou os “excelentes resultados que ambos os municípios têm colhido na ótica deste acordo”.

Perante uma plateia onde também pontificavam os vereadores Natálio Reis, Isabel Costa, Rui Vital, Cília Seixo, Humberto Antunes e Micaela Durão, bem como vários presidentes de junta e uniões de freguesias do nosso Concelho, Luís Miguel Albuquerque abordou a geminação com Le Plessis-Trévise na fase inicial da sua intervenção, justificando a razão de não ter deixado cair o nome desta cidade-irmã do nome do Jardim Municipal.

“Apesar das mudanças estruturais que introduzimos neste espaço nobre, decidimos manter Le Plessis-Trévise no nome. Em Ourém, respeitamos a história, temos muito orgulho neste laço que nos une a Le Plessis-Trévise, e estamos perfeitamente conscientes do muito que este município representa para os oureenses emigrados em França”, recordou o autarca oureense.

A sessão solene foi prestigiada pela OUREARTE – Escola de Música e Artes de Ourém, mais precisamente pela excelência das interpretações das alunas Mariana Flores (obué) e Micaela Silva (fagote), que em conjunto com o professor Tiago Alves (clarinete) interpretaram Cinq Pièces, de Jacques Ibert, e Petite Suite Française, de Sérgio Azevedo.

PEDU concluído com sucesso

A inauguração da requalificação do Jardim Municipal Le Plessis-Trévise completa o conjunto de intervenções realizadas no âmbito do Plano de Estudo e Desenvolvimento Urbano da Cidade de Ourém (PEDU), o mesmo que também contribuiu para a requalificação da Avenida Dom Nuno Álvares Pereira, para a requalificação do agora denominado Teatro Municipal de Ourém e para a requalificação do Castelo.

“Estamos a falar de um investimento total de cerca de 9 milhões de euros, realizado em todos estes projetos. Não foi fácil conseguir concretizar todos estes projetos em tempo útil, cumprindo os prazos de execução, mesmo que alguns deles fossem muito apertados e, por isso, mais difíceis de cumprir.

Quando, em 2017, assumimos funções executivas, a Câmara Municipal de Ourém estava claramente atrasada quanto aos prazos de execução do PEDU, sobretudo quando comparada com a situação de outros municípios.

Também por isso, foi necessário trabalhar com ainda mais empenho, para podermos recuperar o tempo perdido e conseguirmos executar todo o programa que nos tínhamos proposto,  em tempo útil, sem perder o direito a qualquer tipo de financiamento.

Na requalificação do Jardim Municipal Le Plessis-Trévise, estão investidos cerca de 1 milhão de euros, sendo que a participação dos fundos associados ao PEDU ascende a 860 mil euros”, reforçou Luís Miguel Albuquerque, agradecendo, depois, “a todos os que se envolveram com afinco na execução deste projeto”.

     Fonte: GC|CMO

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.