Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/26

Na presença da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa

Contrato da Área de Acolhimento Empresarial - Rio Maior New Generation Business foi assinado

Ana Abrunhosa e Filipe Santana Dias

O Município de Rio Maior viu formalizado, no dia 24 de março, o contrato que vai permitir a aplicação de 12,8 milhões de euros na atração de empresas e sustentabilidade.

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa esteve esta quinta-feira em Rio Maior para a assinatura do termo de aceitação relativo à Área de Acolhimento Empresarial – Rio Maior New Generation Business.

Uma cerimónia de enorme importância para o desenvolvimento económico do concelho e que formalizou a recente aprovação da candidatura do Município de Rio Maior ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para a requalificação da Área de Acolhimento Empresarial (AAE) do Município, naquele que é o maior financiamento público de sempre na história do Concelho.

O Auditório dos Paços do Concelho foi o palco escolhido para este importante momento, que contou com as intervenções do presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, Filipe Santana Dias, de Conceição Carvalho, da Estrutura de Missão Recuperar Portugal, de Maria Teresa Almeida, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo, e da Ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, tendo todos eles destacado a importância e o desafio que é a execução do PRR, e deste financiamento, que passa agora a ser liderado pelo Município, e que vai certamente contribuir de forma decisiva para o desenvolvimento do Concelho de Rio Maior.

Esta cerimónia, onde ministra e presidente da Câmara assinaram o Termo de Aceitação do Programa, contou ainda com a presença do secretário de Estado Adjunto e do Desenvolvimento Regional, Carlos Miguel, da secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, da deputada da República e presidente da Assembleia Municipal, Isaura Morais, dos vice-presidentes da CCDRLVT Joaquim Sardinha e José Manuel Alho, de Adelino Bernardes, presidente da APRODER, dos vereadores do Executivo Municipal, de membros da Assembleia Municipal e das Juntas de Freguesia e de empresários do Concelho.

O documento agora assinado representa um financiamento, de 12.798.931,97 €, e será executado entre 2022 e 2026, sendo destinado à consolidação de um espaço industrial sustentável e digital, com impacto na capacidade de atrair e fixar mais empresas, que promovam uma maior especialização produtiva.

A AAE de Rio Maior, a Rio Maior New Generation Business, é atualmente composta por aproximadamente 400 lotes, 50 empresas e cerca de 1847 postos de trabalho ativos.

“Trata-se de um financiamento fulcral para o desenvolvimento de Rio Maior. A requalificação da AAE permitirá não só atrair mais empresas e criar mais postos de trabalho, como reforçar a competitividade do Município, liderando nas áreas da inovação, da sustentabilidade e da transição energética”, afirma Filipe Santana Dias, presidente da Câmara Municipal de Rio Maior.

O projeto tem previsto um conjunto de investimentos e intervenções, tais como:

Sistemas de produção e armazenamento de energia a partir de fontes renováveis destinados ao autoconsumo e às comunidades de energia renovável.

O Município de Rio Maior pretende desenvolver e implementar na AAE iniciativas que fomentem a implementação de sistemas de autoprodução, armazenamento e consumo de energia a partir de fontes renováveis. Uma vez que o município já efetua a produção de energia elétrica a partir de fontes de geração eólicas de grande dimensão, está prevista a instalação de infraestruturas para produção e armazenamento de hidrogénio verde, bem como a instalação de painéis solares fotovoltaicos com capacidade de 6MW, numa área correspondente a cerca de 5,5 hectares, incluindo as coberturas de edifícios privados, edifícios de propriedade do Município e o remanescente em terrenos na AAE.

    Mobilidade Sustentável

Investimento ascende a 12,8 milhões de euros

Com o principal objetivo de promover a utilização de veículos elétricos, o Município prevê aderir às metas definidas no PRR em termos da descarbonização e redução das emissões de CO2 através instalação de postos de carregamento de veículos elétricos (ligeiros e pesados), bem como dar o primeiro passo para a utilização do hidrogénio como fonte de combustível para abastecimento de frotas de pesados. Estão ainda previstas soluções de bike sharing (bicicletas elétricas partilhadas) por forma a reduzir o congestionamento de trânsito, promover um estilo de vida mais saudável, gerar investimento na economia local e contribuir para a poupança na pegada carbónica.

    Reforço da cobertura da AAE com soluções de comunicação 5G

O Município pretende apostar com segurança na digitalização da sua atividade e adoção dos princípios da Indústria 4.0 através da utilização da instalação de infraestruturas de comunicação e respetivo equipamento de apoio para implementação e fornecimento de rede em 5G, com foco nas redes IoT para cobrir a toda a AAE.

O Município de Rio Maior pretende ainda desenvolver intervenções para aumentar a qualidade de serviço de estabilidade energética, bem como potenciar outras medidas ativas de prevenção e proteção contra incêndios, aumentando assim o apoio às empresas que se instalem na AAE.

     Fonte: AV|GCI|CMRM

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.