Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/30

Depois de dois anos de interrupção devido à pandemia

Feira das Tasquinhas de Rio Maior traz de volta os sabores da gastronomia regional

Filipe Santana Dias com duas voluntárias das Tasquinhas de Rio Maior

A Feira das Tasquinhas de Rio Maior está de volta, depois de dois anos de interrupção. De 25 de março a 3 de abril, serão 10 dias em que o visitante pode conhecer os saberes e sabores da gastronomia regional no Pavilhão Multiusos de Rio Maior. A 36ª edição das Tasquinhas assinala assim “o regresso à normalidade” do concelho, num certame onde a gastronomia é rainha nas 16 tasquinhas das associações presentes, que oferecem ainda doçaria regional, licores e artesanato, a par da exposição de atividades económicas do concelho.

As tasquinhas típicas, decoradas de forma rústica ou alusivas à história de cada freguesia, são representantes do movimento associativo do concelho, contando com cerca de 1000 voluntários, que assumem durante todo o certame os papéis de cozinheiros, ajudantes de cozinha ou empregados de balcão, apresentando cada tasquinha os pratos mais típicos da sua terra, do Ensopado de Enguias à Tiborna de Bacalhau, passando pela Chanfana, o Ensopado de Borrego, o tradicional Arroz de Cabidela ou o Cabrito Serrano, para além dos inúmeros e deliciosos petiscos.

Na inauguração, Isaura Morais, presidente da Assembleia Municipal de Rio Maior, saudou o executivo municipal pela “decisão deste evento”, porque se “há dois anos foi uma decisão difícil (a suspensão do evento), a decisão deste ano de realizar as Tasquinhas também o foi”.

Gastronomia regional

A autarca lembrou que, “se na altura fomos exigentes, queremos ser também este ano, porque nós precisamos em termos pessoais, individuais e coletivos, de termos este momento com a segurança própria”, para que, “depois deste tempo de suspensão, possamos em segurança continuar a convidar os nossos amigos e familiares, nestes 10 dias que são a festa do nosso concelho” para que “as Tasquinhas de Rio Maior deste ano sejam umas grandes Tasquinhas.”

Luís Filipe Santana Dias, presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, lembrou que a Feira das Tasquinhas de Rio Maior tem vindo, desde a sua criação, a “cimentar-se como um dos maiores eventos do concelho, sendo sem dúvida o evento gastronómico de maior impacto no nosso território, na nossa região e nas nossas gentes”, acrescentando que a retoma das Tasquinhas decorre “depois deste estranho tempo em que manter a distância significava respeito”.

O autarca recordou que lhe coube a si e à sua equipa a obrigatoriedade de tomar duas difíceis decisões: a suspensão das Tasquinhas em março de 2020 e a sua não realização em 2021. “Se em 2021 estávamos todos mais ou menos preparados para que as Tasquinhas não fossem realizadas, foi no ano de 2020 que as mais pesadas decisões tiveram de ser tomadas” com a “necessidade de interromper o certame no final do terceiro dia da sua realização. Foi uma decisão muito difícil de tomar, num momento em que estava ainda a dar os primeiros passos enquanto presidente de Câmara”, recordou.

Dando as boas-vindas às Tasquinhas de Rio Maior 2022, o edil assegurou que a comunidade riomaiorense se irá unir em torno destas festas, onde “mais uma vez centenas de voluntários dirão presente ao desafio de darem o seu trabalho para fazerem o melhor que podem e sabem pelas suas associações e pelas suas terras”, porque “são eles o verdadeiro motor das Tasquinhas de Rio Maior” e é “este profissional amadorismo que as torna únicas.”

Deputada e presidente da Assembleia Municipal Isaura Morais brindou ao regresso da Feira das Tasquinhas

O presidente da Câmara lembrou as dificuldades criadas pela pandemia ao comércio local e às empresas, adiantando que “com esse conhecimento fomos pondo em prática medidas estratégicas para que a retoma seja o mais breve possível e por isso o município de Rio Maior está mais uma vez ao lado dos empresários riomaiorenses” e, nesse sentido “o Município apoia de forma inequívoca os empresários do concelho, oferecendo a todos os que manifestaram interesse a presença nesta feira”.

Luís Filipe Santana Dias garantiu que o anúncio da realização da feira não o correspondeu a qualquer ato irresponsável. “Pese embora tivessem existido vozes altamente críticas quanto a esta opção, o Município de Rio Maior manteve-se firme na sua decisão, porque acreditamos deste o primeiro momento que as condições sanitárias permitiriam a realização segura deste evento”.

A finalizar a sua intervenção, o autarca manifestou a esperança de que as Tasquinhas sejam o início do tão desejado regresso à normalidade” e, por isso, neste sente-se “uma pessoa feliz por ver Rio Maior a voltar à sua normalidade e poder voltar a encontrar a família riomaiorense reunida”.

Atuação da Sal e Tuna – Tuna Feminina

A inauguração contou com a atuação da Sal e Tuna – Tuna Feminina e da Bagatuna – Tuna Masculina da ESDRM, seguindo-se depois a visita ao certame. Além das 16 tasquinhas das associações do concelho, decorre na tenda exterior ao pavilhão, uma mostra de produtos artesanais do concelho e no piso superior, a mostra de atividades económicas do concelho.

      Mónica Alexandre

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.