Edição: 264

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/11/30

Resultados do “Wood.Shape 4.0” apresentados esta terça-feira, no CDRSP

Politécnico de Leiria mostra resultado de projeto que valoriza a folha de pinho e responde à procura de novos produtos

Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado de Produto (CDRSP) do Politécnico de Leiria

Valorizar um produto nacional – a folha de pinho -, visando dar resposta à procura de novos produtos para segmentos de mercado mais exclusivos, como é o caso do setor industrial automóvel, era o grande desígnio do projeto “Wood.Shape 4.0”, que objetivou a obtenção de componentes com encaixes em plástico, mas com superfície em madeira de pinho. Os resultados do projeto serão apresentados esta terça-feira, dia 29 de março, a partir das 9h30, no Centro para o Desenvolvimento Rápido e Sustentado de Produto (CDRSP) do Politécnico de Leiria, sito na Marinha Grande.

Na base do “Wood.Shape 4.0” esteve também patente uma maior consciencialização ambiental e o foco na personalização e criatividade dos produtos concebidos, tendo o projeto resultado de um consórcio entre a TJ Moldes, o CDRSP, o Grupo Valco, o SerQ – Centro de Inovação e Competências da Floresta, a Universidade de Coimbra e as empresas AB Plásticos Batista e Makertech. O financiamento e orientação técnica foi da ANI – Agência Nacional de Inovação.

A abertura da sessão de apresentação dos resultados do “Wood.Shape 4.0”, a cargo de Florindo Gaspar, professor e investigador do CDRSP, tem lugar às 09h30, seguindo-se a intervenção de Nânci Alves, gestora de projetos IDI na TJ Moldes, sobre o tema “Desafio para os moldes”. Quando forem 09h50 inicia-se a apresentação de Francisco Diz e Liliana Gouveia, investigadores do CDRSP, sobre “Moldação por injeção inteligente em folha de madeira”.

Segue-se a intervenção de Diana Duarte, responsável de inovação de processo na TJ Moldes, subordinada ao tema “A relevância do Projeto para a Indústria”, culminando a sessão com uma visita à exposição do projeto “Wood.Shape 4.0”, pelas 10h20.

A tecnologia de overmoulding é um processo bastante comum na indústria dos moldes e consiste na injeção de um polímero sobre outro tipo de material não-polimérico como metal, películas, filmes ou tecido. Através de técnicas inovadoras de moldação totalmente automatizadas, este projeto pretendeu fazer injeção sobre folha de madeira e madeira conformada num passo anterior.

O projeto visou a valorização do uso da madeira pela sua baixa condutividade térmica e aspeto visual, potenciando o valor comercial do produto e a sua customização em massa. A inovação é ainda mais extensa pela integração da visão computacional, da incorporação de tags RFID e do desenvolvimento de sistemas automatizados para otimizar todo o processo produtivo.

    Fonte: Midlandcom

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ainda não há comentários nenhuns.