Edição: 261

Diretor: Mário Lopes

Data: 2022/8/13

Para edificação de 12 moradias unifamiliares isoladas

Câmara Municipal da Nazaré aprova Loteamento em Fanhais para Habitação Jovem

Planta das 12 moradias unifamiliares

A Câmara Municipal da Nazaré aprovou a operação urbanística Bairro de Habitação Jovem, em Fanhais, na freguesia da Nazaré.

O loteamento Bairro de Habitação Jovem de Fanhais, que tem características especiais, é constituído por 12 lotes e tem como destinatários jovens que se queiram fixar no concelho

O local está destinado à edificação de 12 moradias unifamiliares isoladas e respetivos anexos, com uso exclusivo de arrumos e garagem.

O acesso à habitação por jovens, do ponto de vista económico, mas também do ponto de vista social, é uma preocupação central no planeamento do concelho.

“Foi um procedimento longo, que sofreu várias vicissitudes durante a gestão autárquica do PSD”, explicou o presidente da Câmara, Walter Chicharro, adiantando que “a área dos lotes foi um dos impedimentos para o seu sucesso”, pelo que as áreas atuais foram aumentadas.

De acordo com o autarca, este loteamento “é uma das primeiras respostas da Câmara à necessidade de habitação para jovens no concelho”.

“Está dentro da estratégia de atração jovens ao concelho, nomeadamente numa localidade onde envelhecimento da população residente é evidente. Trata-se de uma operação urbanística com condições diferenciadas, que não está dentro da estratégia local de habitação, mas que acaba por servir à estratégia de atração e fixação de jovens no concelho”.

Este procedimento de loteamento na localidade de Fanhais foi retomado no mandato do executivo camarário em funções, que reformulou a pretensão anterior (2008), com a definição da área urbanizável e área remanescente (2.201,30 m² fora do perímetro urbano) de acordo com os preceitos legais e regras urbanísticas em vigor.

O loteamento, com uma área total de 7.466,70 m², está servido de infraestruturas elétricas, de ITUR, rede de águas, saneamento e pluviais, que serão reajustadas à operação de loteamento atualizada, faltando a rede de abastecimento de gás natural, a ser executada de acordo com o projeto a desenvolver.

Os lotes serão atribuídos por meio de Hasta Pública estando a aprovação das normas do procedimento por parte da Câmara Municipal para muito breve.

    Fonte: SM|GCI|CMN

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Ainda não há comentários nenhuns.